Autoridades lusas retiram filho doente a mãe cabo-verdiana

357

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Odivelas retirou o filho à uma jovem cabo-verdiana que viajou para Portugal para tratar a criança de 10 anos ao abrigo do protocolo de saúde entre os estados dos dois países, revela o jornal online Correio da Manhã na sua edição desta quinta-feira.

Alcinda Silva viajou no passado mês de Abril para Portugal para tratar o filho Kleiton, que sofre de insuficiência renal. Segundo o Correio da Manhã, Alcinda nem sempre conseguia visitar o filho porque estava com uma gravidez de risco. Esta diz no entanto que avisava quando faltava.

Diz este jornal online que a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Odivelas acabou por institucionalizar-lhe a criança e agora também lhe retirou o segundo filho, nascido há uma semana. O CM revela ainda que tentou ouvir a embaixada de Cabo Verde em Lisboa, que remeteu explicações para o Instituto Nacional de Previdência Social, no Prior Velho.

(Visited 359 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here