Avião “cai” no aeroporto Cesária Évora: simulação de acidente atesta reacção das autoridades

5645

Um número significativo de pessoas foi atraído para o Hospital Baptista de Sousa em São Vicente na tarde desta segunda-feira por causa das sirenes de carros da Polícia Nacional e dos Bombeiros Municipais. O movimento intenso dessas viaturas levou muita gente a pensar que se tratava de um acidente grave e, como é natural, vários curiosos amontoaram-se à porta do estabelecimento de saúde.

Na verdade, trata-se da simulação de um acidente de aviação, que visou testar a capacidade de reacção e trabalho em equipa da Polícia Nacional, do Hospital Baptista de Sousa, das Forças Armadas, Bombeiros Municipais e da ASA – Segurança Aeroportuária perante um sinistro de grandes proporções. O exercício parte do princípio que um avião caiu junto ao mar quando se preparava para aterrar no aeroporto internacional Cesária Évora, provocando vários feridos e mortos. O simulacro abrange o resgate das vítimas, o atendimento médico imediato e o transporte dos “feridos” para o hospital central, daí o movimento constante dos veículos de socorro e de segurança policial.

O treino continua e é audível ainda as sirenes das ambulâncias e dos carros patrulha da PN no centro da cidade do Mindelo. Neste momento só é permitida a entrada no hospital de pessoas que precisam ser atendidas no banco de urgência.

KzB

(Visited 5.864 times, 5 visits today)