Cabo Verde realiza conferência sobre Educação Patrimonial

31

O Centro Cultural da Cidade Velha recebe nos dias 5 e 6 de Dezembro, a primeira conferência sobre Educação Patrimonial. A actividade é realizada Instituto do Património Cultural (IPC), em parceria com a Comissão Nacional de Cabo Verde para a UNESCO, sob o lema “Conhecer para preservar”.

O propósito é promover uma reflexão a volta das linhas orientadoras da educação e a melhor forma de implementar actividades extracurriculares, centradas no património cultural. A ideia base é, refere o IPC em nota, promover o conhecimento do património cultural local e nacional, na óptica de reconhecimento do passado e compreensão do presente.

Para isso, 15 oradores vão traçar um plano de educação para preservação e salvaguarda do Património Nacional. Vão discorrer sobre quatro painéis: “O conhecimento do património cultural e a sua importância na formação do cidadão”, que se desdobra nos temas “O Património Cultural e Natural” (Ivalena do Rosário); “A cultura e formação do cidadão” (Henrique Varela); “Educação patrimonial: Conceitos, objectivos e metodologia” (Baltazar Neves) e “Património cultural e os serviços educativos. Espaços de diálogo para a formação cidadã” (Yolanda Gomes).

O segundo painel “O papel da escola na preservação do património cultural material e imaterial” desdobra-se nos temas “O património cultural nos planos curriculares. Para a valorização da história e da cultura de Cabo Verde” (José Landim); “A importância da língua como veículo de educação patrimonial” (Tomé Varela e Silva); “O ensino bilingue: Língua Cabo-verdiana/língua gestual versus língua portuguesa (boas práticas) – ES Petro Gomes/Associação Cabo-verdiana de Surdos (Gorete Santos).

O terceiro “Comissão Nacional da Unesco e o seu contributo na Educação Patrimonial em Cabo Verde”, com os temas “A rede das escolas associadas da UNESCO. Estado de arte” (Elsa Fontes) e “As escolas associadas e suas experiências no domínio da história e da cultura de Cabo Verde. Exemplos de boas práticas”, sob a responsabilidade das escolas secundárias de Salineiro (Santiago), Olavo Moniz (Sal), Suzete Delgado (Santo Antão) e Instituto Universitário de Educação (Verónica Cruz-Polo do Mindelo).

E ainda “O papel da sociedade civil na Educação Patrimonial”, onde se vai abordar “O Património cultural em Cabo Verde. O diálogo entre as políticas públicas e a responsabilização social” (Hamilton Fernandes); “A consciencialização para a importância da salvaguarda do Património Cultural” (José Silva); “Cidade Velha, Património Mundial, desafios e estratégias para o envolvimento da comunidade. Da recuperação a apropriação” (Ana Samira Silva) e projecto “Património Cultural como factor de Desenvolvimento local”.

A abertura da conferência vai ser presidida pelo Ministro da Presidência do Conselho de Ministros e dos Desportos, Fernando Elísio Freire. Já o encerramento vai estar a cargo do Ministro da Cultura, Abraão Vicente.
Constânça de Pina

(Visited 33 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here