João Branco:”Mindelact 2017 foi o melhor de sempre”

92

A 23ª edição do Festival Internacional de Teatro, Mindelact, foi a melhor de sempre, alcançando um record de 11 mil espectadores durante os onze dias de espectáculos. Esta constatação foi feita este Sábado pelo director João Branco, durante balanço do festival que este ano apostou na democratização do teatro com espectáculos nas ruas e na periferia da cidade do Mindelo.

Fizemos o melhor festival da história do Mindelact, pela excelência da programação, e batemos o recorde de público, com mais de 11 mil espectadores ao longo dos 11 dias”, enalteceu o também actor e encenador, realçando que será difícil manter esta fasquia em 2018, acredita no engajamento das entidades e parceiros para fazer o festival, devido ao profissionalismo e qualidade dos espectáculos demonstrado no Mindelact cujo encerramento ficou a cargo da Companhia Peripécia de Teatro, de Portugal , com a peça “Vincent, Van e Gogh”.

Durante o seu discurso Branco também enalteceu o espírito abnegado dos os artistas que oferecendo o fruto do seu trabalho apresentaram mais de 60 espectáculos ao povo de Cabo Verde sem exigir cachet. “Lançamos a imagem do coração e não foi por acaso. Sobretudo pelo pulsar do coração dos artistas que compõe esta equipa e porque o festival se fez a partir das três palavras, arte, alma e afecto, que nos vai acompanhar neste mandato”, conclui João Branco, para quem os artistas construíram a verdadeira “ economia dos afectos.”

Recorda-se que durante os onze dias o Mindelcat contou com actuações, performances de grupos e artistas de e 13 países – Portugal, Alemanha, Angola, Argentina, Brasil, Cabo Verde, Espanha, Inglaterra, Japão, Moçambique, República Checa, Senegal e São Tomé e Príncipe.

(Visited 102 times, 1 visits today)