Trump declara Jerusalém capital de Israel: Hamas convoca “Terceira Intifada”

76

A decisão do presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, de declarar Jerusalém a capital de Israel levou o movimento islâmico Hamas apelar a uma nova revolta palestina, apelindando-a de Terceira Intifada. “Só podemos enfrentar a política sionista – apoiada pelos Estados Unidos – lançando uma nova Intifada”, disse o líder do Hamas, Ismail Haniyeg, num discurso na Faixa de Gaza.

O Presidente Donald Trump reconheceu na quarta-feira Jerusalém como capital de Israel, tornando-se no único país do mundo a tomar essa decisão que representa uma rutura em relação a décadas de neutralidade da diplomacia norte-americana no quadro do processo israelo-palestiniano.

Logo de seguida, ordenou a transferência da embaixada norte-americana de Telavive para Israel, uma posição que desencadeou uma série de críticas da comunidade internacional, inclusive do Papa Francisco, e fez disparar a tensão na região. Vários analistas políticos falam na eminência de uma nova guerra nessa região.

O exército israelita já anunciou que vai destacar forças suplementares na Cisjordânia, território palestiniano ocupado, após a decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel. Um porta-voz do indicou que os batalhões adicionais vão ser enviados para a Cisjordânia.

Disse ainda que outras forças estarão prontas para intervir, depois de o controverso anúncio de Donald Trump ter levantado receios de uma onda de violência, sem referir no entanto o número de efectivos em causa.

C/Imprensa internacional

(Visited 78 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here