1ª Dama denuncia uso do seu nome em burla através das redes sociais

802

A Primeira-dama Lígia Fonseca denuncia um perfil falso criado no Facebook, usando seu nome para extorquir dinheiro a desavisados. O farsante apresentava a esposa do Presidente da República como accionista de um banco e pedia informações pessoais e profissionais aos seus amigos nas redes sociais, para depois solicitar transferência bancária como forma de investimento, que alegadamente poderia ser benéfico para ambos os lados.

“Os meus amigos desconfiaram, ao serem contactados por esta pessoa por causa da linguagem utilizada nas mensagens, com um português descuidado, mas também por esta estar a pedir informações que, a principio, tenho. Entraram em contacto comigo e usei as redes sociais para alertar as pessoas a terem cuidado, a não aceitarem outros pedidos de amizade meus de outras contas e a denunciarem o perfil”, explica.

A Primeira-dama, que também é advogada, optou por não procurar a Polícia Judiciaria para prestar queixa porque entende que nestes casos “é difícil as autoridades chegarem aos autores desta tentativa de burla, uma vez que é feita pelas redes sociais”, afirma.

Lígia Fonseca alega que todos estão sujeitos a este tipo de crime, fazendo uso recorrente do nome de políticos de todo o mundo. Inclusive, conta, recentemente o Presidente da República Jorge Carlos Fonseca também teve conhecimento de uma conta falsa criada para tentar enganar as pessoas nas redes sociais.

Por isso, a Primeira-Dama aconselha as pessoas a terem cuidado em quem confiam e interagem nestas novas plataformas virtual de amizade, “uma vez que nunca se pode ter a certeza de quem se encontra do outro lado”. Ao mesmo tempo pedem para serem cautelosos com as informações que disponibilizam “na rede”.

Sidneia Newton (Estagiária)

(Visited 1.281 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here