Altitude.cv: Empresa de parapente promove a primeira aula e salto individual para mulheres cabo-verdianas

283

A empresa Altitude.cv, especializada no ensino e salto de parapente, promoveu ontem a primeira aula deste desporto para mulheres, no Norte da Baía das Gatas. Na primeira experiência, o grupo  teve que aprender a controlar o equipamento para depois se lançar em curtos vôos. Dos cabo-verdianos, são as primeiras a voarem sozinhas e a ideia da empresa é fazer com que haja mais mulheres a praticar este desporto.

“No mundo, a cada 10 parapendistas, 9 são homens. Por isso resolvemos iniciar com elas e convidamos as que já fizeram saltos em dupla, que logo aderiram”, assegura Emi Carvalho, um dos instrutores. Para servir de inspiração, fez-se acompanhar pela colega e atleta Kitty Engelman, especialista em acrobacias aéreas de parapente.

Apesar de incidirem neste momento no ensino do desporto para as mulheres, Carvalho frisa que a escola está aberta para todos os alunos e o objetivo é que algum dos alunos chegue pelo menos ao terceiro nível. “Não há nenhum cabo-verdiano ainda com licença para voar de parapente em Cabo Verde. É uma modalidade que pode ser incluída perfeitamente no arquipélago já que as condições meteorológicas quase sempre permitem“, acrescenta.

Desta forma, as pessoas podem criar um hobby, mas também servir de ocupação para quem pretende seguir esta modalidade como uma fonte de rendimento. Do mesmo modo pode ser usado como atrativo turístico, de acordo com Carvalho.
Esta vinda visa preparar o regresso definitivo em Cabo Verde da Altitude.cv. Para Emiliano, a criação do aeroclube foi um grande passo para a aceitação do parapente em Cabo Verde. O próximo passo, assegura, passa pela criação de conexões com hotéis e outros agentes de forma a incluir ainda mais este desporto como uma oferta turística diferenciada e de promoção do país.

Sidneia Newton (Estagiária)

(Visited 444 times, 1 visits today)

1 COMENTÁRIO

  1. Mas entretanto, sabemos que há já mais de ano que existe em S.Vicente uma estrutura (ou empresa? Ou organismo?) que pratica e difunde o Parapente e o Asa-Delta.
    Agora com esta notícia, ficamos sem saber se se trata da mesma empresa ou se esta é outra.
    E no caso de ser outra, também não sabemos se esta veio substituir a anterior ou se ela veio se juntar à outra e passaram a ser duas.
    Também pelo que vejo, neste caso só se fala em Parapente.
    Por isso fica a terceira dúvida:
    Esta não pratica Asa-Delta???

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here