Ariq, o jardineiro da Praça Nova

O seu trabalho está aos olhos de todos, qual um quadro colocado no hall de uma luxuosa sala de exposição. No entanto, é um “artista” anónimo, ou quase isso. Para aqueles que não sabem, Ariq Rodrigues, 25 anos, é o homem cujas mãos tratam as flores que brotam nesse jardim plantado no coração da cidade do Mindelo.

Há dois anos que este jovem santantonense poda, rega e lava esse emaranhado de plantas multicolores desse centro botânico citadino. “A minha tarefa é manter este jardim vivo e agradável. Estou aqui todos os dias, é um local onde me sinto bem, diria que em casa”, exprime esse jardineiro nascido e criado na Ribeira das Patas. Por isso estar no meio das plantas é para ele algo familiar, como que uma extensão do seu ninho.

Três vezes por semana, Ariq lava a “cara” às plantas, começando pelas folhas, para manter a exuberância da Praça Nova. “É importante fazermos isso para que não criem ferrugem”, esclarece. A água que escorrega e cai no chão serve para molhar a terra adubada e alimentar as diversas espécies que vivem nesse jardim.

“Gosto de todas as plantas que aqui temos, mas tenho um amor especial pela ‘ângelo-lima verde e branca’. É uma espécie que ganha mais vigor e beleza sempre que é podada. Fica mais bonita”, comenta o jardineiro, que coloca a tesoura nessa árvore de dois em dois meses.

A persistência e força do jardim da Praça Nova, segundo Ariq, provêm das espécies escolhidas. Como diz, são plantas que se adaptaram ao nosso clima e que conseguem resistir á força do vento e ao calor do Sol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here