Ataque bombista a mesquita: Egipto lança raide aéreo contra “terroristas”

80

A Força Aérea do Egito lançou hoje ataques aéreos sobre “posições terroristas” e veículos envolvidos no ataque que deixou mais de 100 mortos numa mesquita na península do Sinai, no norte do país, segundo a CNN. Esse raide acontece horas depois de o presidente egípcio, Abdel Fattah al Sisi, prometer uma “resposta brutal” aos autores do atentado ocorrido ontem, Sexta-feira, e que provocou mais de cem mortos. Outras 128 pessoas ficaram feridas ao serem alvejadas na mesquita de Al-Rawda por homens armados, quando faziam as tradicionais orações de Sexta-feira, dia sagrado para os muçulmanos.

Apesar de nenhum grupo ter assumido a autoria do atentado, a resposta das forças de seguraça egípcia deixa entender que o Governo do Egipto atribui essa acção a terroristas do Estado Islâmico. “As Forças Armadas e a Polícia vingarão nossos mártires e nos devolverão a segurança e estabilidade com força em muito pouco tempo”, declarou o presidente Fattah al Sisi perante as câmaras de televisão, cujo governo tem estado a enfrentar milícias do Estado Islâmico no norte do Sinai, onde esse grupo já matou centenas de policiais e soldados nos últimos três anos. No passado mês de Abril, o EI fez explodir duas igrejas coptas situadas nas cidades de Tanta e Alexandria, provocando dezenas de mortos e mais de uma centena de feridos.

Conforme a Globo.com, fontes da emissora Arabiya citadas pela Reuters disseram que alguns dos fiéis que frequentavam a mesquita atacada ontem eram adeptos do sufismo, vertente considerada pelo grupo extremista Estado Islâmico como apóstata, por fazer reverência a santos e santuários. Os autores usaram explosivos e armas de fogo no atentado.

C/agências – Foto: AFP

(Visited 120 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here