Carnaval d’Soncent: bancadas garantem comodidade e serviço personalizado a empresas

3163
Bancadas do Carnaval do Mindelo

A empresa B-Mobile está a “instalar” bancadas metálicas no centro da cidade do Mindelo com capacidade para albergar seis mil pessoas “comodamente” sentadas para ver os desfiles do Samba Tropical e grupos oficiais. Conforme apurou Mindelinsite, as estruturas serão montadas a redor da Praça Nova, nalguns pontos da Rua Machado e na Rua de Lisboa e os ingressos serão de 300, 500 e mil escudos, consoante a zona escolhida pelo interessado. É líquido, no entanto, que quem quiser ficar na Rua d’Lisboa, por onde começa a entrada pomposa dos grupos no sambódromo, irá pagar o valor mais caro.

“Esses serão os preços normais, mas estamos a discutir com a Liga do Carnaval de S. Vicente o valor a ser aplicado a pacotes que incluem, por exemplo, os dois dias de desfile”, salienta o empresário Marco Bento, que não pôde precisar ainda todos os pontos onde serão colocadas essas estruturas. O certo, segundo o gestor da referida empresa, é que a cidade não será transformada num recinto fechado, a ponto de se impedir o livre acesso ao interior e a circulação de pessoas.

Porém, é previsível a ocorrência de alguns contratempos a quem quiser ver o Carnaval à moda antiga: posicionado em qualquer sítio ou acompanhando a trajectória dos grupos até onde bem entender. Uma das zonas onde a liberdade de movimento será provavelmente condicionada é a Praça Nova. As bancadas vão ocupar três dos quatro lados desse extenso rectângulo, ficando livre apenas a parte Sul, ou seja, junto ao edifício da CV Telecom.  O centro da praça estará livre, mas quem estiver nessa zona terá dificuldades em ver a passagem dos grupos em frente ao hotel Porto Grande, Centro de Artesanato e Impar por causa da altura das arquibancadas.

A colocação de bancadas no Carnaval de S. Vicente não é propriamente uma novidade. Há muito tempo que isso acontece na Rua d’Lisboa, onde a Câmara Municipal costuma receber os seus convidados especiais. A diferença é que este ano serão instaladas mais unidades e geridas por uma empresa privada. Porém, segundo Marco Bento, as bancadas irão ocupar nada menos que cinco por cento do percurso dos desfiles, o que significa que haverá espaço suficiente para quem preferir ver o show de pé.

Parte das estruturas será montada em locais privados, por exemplo no Eden Park e em frente ao Mindelhotel. As bancadas terão cadeiras e serão ornamentadas. Para quem quiser assistir o espectáculo com mais comodidade, terá ao seu dispor cónicas colocadas em posições privilegiadas e com serviço personalizado. “Vamos colocar 27 cónicas nalguns pontos destinadas a empresas ou a grupos de pelo menos vinte pessoas, que terão cadeiras, mesas e venda disponível de bebidas e comidas”, salienta Marco Bento, que pretende garantir esse serviço através de alguns restaurantes.

A instalação das bancadas terá que estar concluída até a Sexta-feira antes do Carnaval e, segundo Bento, os bilhetes serão colocados à venda muito em breve. Cada comprador terá uma pulseira que lhe conferirá o direito às bancadas, consoante o preço pago. O acesso será controlado por elementos do serviço de segurança.

Desenvolvida em concertação com a Câmara de S. Vicente e a Liga Independente dos Grupos de Carnaval de S. Vicente – entidade que terá direito a uma percentagem do valor da venda de bilhete – a iniciativa está a dividir a opinião pública mindelense. No fundo a questão não se relaciona com a colocação de bancadas, até porque muita gente tem a noção dos benefícios que podem trazer. “Acho bom principalmente para uma família que tem crianças ou pessoas com problemas físicos e quer ver o desfile em segurança. Todos temos uma ideia dos perigos próprios do ambiente do Carnaval para pessoas vulneráveis. Além disso muita gente quererá gastar um pouco de dinheiro para ver um espectáculo que vale a pena”, considera Carla Medina.

Esta opinião é corroborada por Hélio Delgado, porém, para ele, o grande problema situa-se ao nível dos preços e dos acessos ao centro da cidade. “Todos conhecemos a situação socioeconómica reinante em S. Vicente, por isso nem todos terão disponibilidade financeira para adquirir um bilhete. Agora, desde que deixem espaço suficiente para permitir a circulação possível das pessoas, por mim está tudo bem”, realça esse jovem, para quem a organização deve emitir informações na rádio sobre os locais de entrada e saída que estarão disponíveis, para evitar transtornos aos milhares de foliões que certamente vão invadir a cidade do Mindelo.

Conforme o sorteio, o Monte Sossego volta a abrir o desfile oficial, seguido do Cruzeiros do Norte, Vindos do Oriente e Flores do Mindelo. Este ano, o arranque da competição ficou para as quinze horas, mais meia hora que o habitual. A ideia será permitir que os grupos desfilem à noite na segunda volta, dando um pouco mais de brilho às suas alegorias. Várias expectativas rondam este desfile, a começar pela organização das alas e da batucada, o comportamento da comissão de frente e performances das rainhas de bateria, mestres-sala e portas-bandera de cada grupo. Porém, a grande expectativa é se o Vindos do Oriente será capaz de revalidar o título conquistado no ano passado a “Montsu”.

Kim-Zé Brito

(Visited 3.304 times, 1 visits today)

4 COMENTÁRIOS

  1. Excelente iniciativa!!!! Mais vale tarde do que nunca!!!! Só em Cabo Verde se assiste um espectáculo de tamanha envergadura, grátis. Parabéns ao Marco Bento pela iniciativa!!!! Precisamos de jovens empresários ousados e com espírito criativo!!!!!

  2. Tudo bem para as bancadas desde que cumpram as normas de segurança !!!!;já não concordo com o fecho da praça pela sua especificado.para o efeito o lado Sul é inexpressivo .””modernidade,sim”,mas acho que não devemos descaracterizar tudo.

  3. As bancadas com cadeiras e modular são de construção portuguesa, certificadas por tanto na qualidade e segurança. Sao comercializadas pela palcoebancada.com empresa líder de mercado na qualidade e segurança. As outras bancadas sem cadeiras nao seriam permitidas na Europa, nao passavam nos teste de seguranca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here