Carnaval d’Soncent na bateria!

397

Por Nelson Faria

Quando iniciei as aulas de percussão para a “Bateria” em Abril do ano passado tinha em mente apenas um objectivo: estar por dentro do Carnaval 2018 na parte que mais gosto, no furdunço, no “barulho”, na BATUCADA! Missão cumprida.

Era um sonho antigo, que se calhar deveria ter iniciado na adolescência, mas, felizmente, nunca é tarde. Mais limitado nesta fase da vida em termos de disponibilidade para usufruir do convívio fora da “Bateria” e outros eventos relacionados, o que, afortunadamente, não impossibilita o essencial. Seguir na sabura d’Morada!

Foram nove meses de aprendizado, que continuam, cujo fruto, considero manifestamente saboroso. Valeu cada fim-de-semana no Quintal das Artes, cada toque, cada nota, cada música, cada variação, cada ensaio, cada novidade. Valeu!

Nada disto aconteceria ou faria sentido se não fosse pelo Mindel Samba. Por isso é justo e tenho de agradecer ao Mindel Samba, aos seus promotores e integrantes, muito em especial aos Mestres Fernando e Maiuca. Pessoas simples, exigentes com a qualidade do som, profundos conhecedores dos sons, com boas capacidades de liderança, criatividade à vontade, com o espírito e sentido de grupo, muito comprometidos com a Batucada e o Carnaval Mindelense. Acho que melhor arranjo musical para o “É ba dvagar” seria impossível. Foram espectaculares!

Ainda participei em Agosto do ano passado no Carnaval de Verão, porém não se compara ao Carnaval de Fevereiro. É ote level! Outra emoção, outro sentimento. Cada passo, cada toque, cada som entranha e liberta-se de forma diferente. Sem dar por isso, foram várias as vezes que dancei e pulei ao longo do desfile. Efeito da Batucada do Mindel Samba! Parece que deixamos de ter controle sobre os nossos sentidos e estes são assumidos pela batucada e pelo ambiente envolvente. Não era para menos, com a qualidade da composição, música muito bem-feita que ficou na boca de Mindelo, com o nível da “Bateria” e com a vista privilegiada da rainha de bateria que tinha à frente, ficaria assustado se não tivesse reacções naturalmente espontâneas. Eu por mim, confesso: foi magnífico!

Vivi certamente dos momentos mais espectaculares e emocionantes na vida, senti que apesar de ter perdido tempo em não entrar nisto há mais tempo, nunca é tarde para viver por dentro o Carnaval d’Soncent. Garantidamente, quem o fizer não se arrependerá e na Bateria tem um sabor e uma vista especiaias.

Depois desta espectacular experiência, impossível não querer mais, impossível não ansiar pelo próximo carnaval. Resta continuar a aprender sempre com os melhores da Batucada Mindelense e querer fazer parte do Carnaval d’Soncent. De preferência no mesmo lugar com a mesma vista. Ontem a emoção era tanta que nem senti o peso da Maratona nas ruas de morada, agora “é cada cosa na sê lugar, tud manera é ba dvagar” porque hoje “corp tá cabod”, mas, que o Carnaval 2019 chegue rápido!

(Visited 419 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here