Criança com “cancro fatal” recupera após beijo do Papa

214

Uma menina de 3 anos, Gianna Masciantonio, fotografada a receber um beijo do papa Francisco em Filadélfia, Estados Unidos, em 2015, conseguiu recuperar totalmente de um tumor no cérebro.  Isso numa altura em que os pais já preparavam o seu funeral.

A criança, que conheceu o Papa Francisco quando tinha um ano e estava acompanhada pela sua família, havia sido diagnosticada com um tumor cerebral fatal, mas acabou por resistir totalmente à doença cerca de três anos depois.

Segundo o jornal britânico Metro, os pais já planeavam, em 2015, o funeral da filha quando os médicos disseram que a menina não vivia mais do que algumas semanas. “A vida da Gianna é um milagre. O Papa a beijá-la é a forma de Deus mostrar que esteve connosco e está a escutar as nossas orações”, disse o pai, Kristen Masciantonio.

Após ultrapassarem este momento, os pais de Gianna fundaram uma instituição de caridade para arrecadar dinheiro para ajudar outras crianças com tumores cerebrais.

C/Correio da Manha

(Visited 378 times, 1 visits today)

1 COMENTÁRIO

  1. Fantástico! Assim sendo, o Papa poderia abrir uma clínica onde passaria a beijar todos os doentes crentes, prestando deste modo um serviço inestimável à humanidade. Ao ritmo de dez beijos por minuto, em apenas duas horas poderá curar em cada dia mais de 2.500 doentes. Aleluia!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here