“Crónicas d’Mindelo” – Magnifique, alors!

454

Por Nelson Faria

Magnifique, Alors! Assim foi o Espetáculo Crónicas de Mindelo apresentado no ultimo fim-de-semana, de 23 a 25 de Março, na cidade Magnífica. Pelos textos do Rocca Vera Cruz, pela obra teatral do Grupo do Centro Cultural Português, as expectativas já eram altíssimas, mas, mesmo assim, foram largamente superadas. É obra, é talento, é saber fazer, superar altas expectativas da forma como fizeram.

Um espetáculo desta dimensão, praticamente de borla, só mesmo em Mindelo. Foi perfeito! Aconteceu Mindelo, “de corpo e alma”.

O texto, “Ah Donald! Dess vez bo tava fca dscabelod”, a encenação, os atores, que atores!, são matéria de estudo. Altíssima qualidade! Este espetáculo, este Mindelo em Crónicas merece igualmente os palcos do mundo, nem que o mundo tenha de vir ao “Brasilim” vê-lo in loco no palco da ilha. Desta vez, o jogo Brasil Vs Brasilim foi mesmo uma goleada, sempre ao ataque do riso da plateia. Com esta categoria, a Alemanha que se cuide no Mundial.

Foi um espetáculo de ver e ficar “rebentod, mesmo reeeeeebentod” de tanto rir e deliciado com a alma de Mindelo que tinha dentro. Passagens e personagens marcam e não mais sairão da minha cabeça. Com a alta consideração por todos os artistas, atores fantásticos, os personagens do Txupi, Sr. Ney e a intervenção do mandinga para o Don foram um espetáculo à parte. Não me estranharia nova nominha, a partir da peça, para os nossos “tchindas”. Tchinda cuidod Txupi na área.

Teve tudo do Mindelo, de atualidade, da sátira, de Cabo Verde, estava tudo lá. Quem não viu “já da let”. Felizmente a produção de leite nestas bandas é limitada e não é embalada em pacotes tetrapack. É um espetáculo que merece reposição e continuação. Garanto a minha presença e, pelo sucesso que foi, acredito que ninguém vai querer entrar na produção de leite local.

Aguardo ansiosamente pela reposição, mas, independentemente disso, vi que preciso ir mais vezes ao teatro. Alta qualidade, arte quase de borla!? O que andei a fazer para não ter ido mais vezes? Nem me lembro. Se fosse lembraria de certeza dos espetáculos. Penitencio por ter faltado outros eventos deste nível e categoria. Vale a pena ir. Que deleito!

Do Rocca Vera Cruz, que Dezembro chegue rápido e que o tão aguardado livro nos possa deleitar da mesma forma do “Crónicas de Mindelo”. Já agora, porque não mais Crónicas de Mindelo? Creio que não faltam mais coisas para contar… Mindelo agradece!

Portanto, foi mesmo Magnifique Alors! Mindelo é assim.

(Visited 519 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here