Cruzeiros do Norte apresenta enredo e espera patrocínio para concorrência leal

588

O grupo carnavalesco Cruzeiros do Norte apresenta este sábado, 12 de Janeiro, o seu enredo para o Carnaval 2019. O tema ainda é segredo, mas o presidente desta agremiação deixa entender que será à volta da presidência da Comunidade de Países de Língua Portuguesa assumida recentemente por Cabo Verde. Jailson Juff garante que o Cruzeiros do Norte vai disputar o título de campeão do Carnaval da ilha do Porto Grande. Mas, para isso, espera que as empresas que patrocinam os grupos tenham em conta o princípio da igualdade para que a concorrência possa ser leal, “de igual para igual”.

Todos os anos há empresas que patrocinam determinados grupos em detrimentos dos outros. É preciso que esta mentalidade mude, de modo a ser benéfico para Carnaval de São Vicente e não apenas para um grupo”, expõe o presidente do Cruzeiros do Norte. No ano passado, conta, cogitou desistir da liderança deste grupo, por estas e outras razões que acabam por afectar esta que é das maiores festas populares em São Vicente.

Mas este ano ambição do grupo nesta competição mostra-se também no orçamento, que dobrou em relação ao ano anterior. Ronda os 10mil contos. A agremiação carnavalesca, que promete muitas novidades no desfile de Março, trouxe da recente viagem ao Brasil inspirações que serão adaptadas à esta ilha e à sua realidade. E esta viagem inspirou também a que o grupo apresentasse o seu enredo no Miradouro de Cruz João Évora, tendo a vista de São Vicente como pano de fundo do evento.

Nesta apresentação serão conhecidos, além do enredo deste ano, a família real do carnaval que ainda permanece em segredo. A única certeza neste momento é que serão três, duas rainhas e um rei e que não residem no país. Já a rainha de bateria, diferente dos anos anteriores, foi escolhida por nomeação do grupo, uma vez que não apareceram candidatas suficientes para o concurso. Também será uma figura conhecida a partir deste sábado, juntamente com outros destaques, num ambiente que será de música, com Edson “Sampê” Oliveira, Carmen Silva e outros artistas de destaque, tendo como convidado Voginha e ainda actuação de dançarinos.

Num balanço do seu percurso de 10 anos à frente deste grupo, que já conquistou o primeiro lugar por três vezes consecutivas no Carnaval de São Vicente, o presidente Juff diz que tem sido “cheio de altos e baixos”, muito por conta dos obstáculos que esta festa mindelense ainda precisa superar.  Mesmo assim, este promete que Cruzeiros do Norte fará de tudo para disputar e vencer o título de melhor grupo deste ano. Também mostra-se confiante de que continuará a competir “fortemente” nas categorias individuais. Juff prevê que irão desfilar na avenida cerca de mil pessoas.

No imediato, explica que trabalhos nos estaleiros em Cruz João Évora e na FIC Laginha já se iniciaram e que este grupo, que foi fundado em 1984, deverá desfilar este ano com 3 ou 4 andores no Carnaval e que o projeto é do carnavalesco Fernando “Nóia” Morais.

Sidneia Newton (Estagiária)

 

(Visited 906 times, 1 visits today)

1 COMENTÁRIO

  1. Força Cruzeiros. O povo de S.Vicente te ama. Todos devem lutar para vencer, mas nunca desanimar com qualquer posição conseguida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here