Em noite de escolha da “musa d’zona”, Montsú anuncia enredo: “Nôs terra – mitos, contos e lendas”

2180

Mara Filipe, passista com alguns anos de estrada no Carnaval d’Soncent, foi coroada ontem à noite “musa d’zona Montsú 2020”, num concurso com a participação de oito candidatas. A jovem obteve 141,9 pontos e não conteve a alegria de ser a vencedora dessa prova, que visa descobrir mulheres talentosas em Monte Sossego e dar-lhes o devido destaque nos desfiles.

“Estou muito feliz porque estou a concretizar um sonho e um objectivo. Queria agradecer à minha mãe, à direcção de Montsú e às muitas pessoas que me ajudaram de várias formas, mas quero também dar os parabéns às minhas colegas”, comentava a jovem de 20 anos ainda envolvida pela emoção do prémio, ela que promete “arrasar” no Carnaval 2020.

Todas as oito candidatas vão assumir um papel relevante no desfile de Montsú em 2020, mas espalhadas por diversas alas e como destaques dos carros alegóricos. O enquadramento de cada uma, diz o presidente do Monte Sossego, será discutido de forma individual. No caso de Mara Filipe, ela ganhou o direito de integrar um grupo de passistas, enquanto “musa d’zona”, que já conta com algumas dançarinas escolhidas pela direcção.

“Em relação à Rainha da Bateria decidimos que este ano não haverá concurso, mas sim uma escolha directa”, aproveita para anunciar Patcha Duarte, que se mostrou satisfeito com o resultado do evento de ontem à noite. Como revelou ao Mindelinisite, a escolha do local – o polivalente de Monte Sossego – suscitou algumas reticências devido ao nível pretendido para o espectáculo, mas, para ele, a aposta foi ganha.

Montsú, como o grupo é carinhosamente tratado, faz tempo meteu a engrenagem do Carnaval 2020, tendo em mente o mesmo objectivo: jogar para ganhar. Como Patcha reconhece, numa competição nem sempre é possível vencer, mas, realça, o grupo tem sempre que atingir o seu primeiro objectivo: ultrapassar a meta anterior e, desse modo, melhorar o selo de qualidade do carnaval de São Vicente.

“E estamos a trabalhar arduamente nesse sentido. Como ficou claro nesta noite, o nosso enredo já está na forja, contamos trazer para as ruas de morada a essência da mitologia cabo-verdiana, um tema que foi da escolha dos nossos carnavalescos. Foram eles que fizeram a pesquisa científica, tendo a direcção de Monte Sossego aprovado essa proposta”, revela esse dirigente, que não se mostra preocupado se o desfile do próximo ano terá cinco grupos, até porque, diz, ninguém confirmou ainda esse cenário em nota oficial. “Para nós é um pormenor irrelevante porque trabalhamos sempre para suplantar o nosso nível.”

Enredo com enorme campo de criatividade artística

O enredo “Nôs terra – mitos, contos e lendas” é uma proposta que Montsú tinha em cima da mesa há cerca de dois anos. Segundo o artista plástico Valdir Brito, o tema esteve guardado à espera de uma pesquisa, que foi agora concluída. “Basicamente aborda Cabo Verde na sua vertente mística e mágica”, comenta esse mentor, que desenvolveu o projecto em parceria com o seu tio e carnavalesco Boss Brito.

No fundo, aquilo que essa dupla propõe é resgatar as estórias e lendas contadas nas noites de lua cheia à porta de casa pelas gerações antigas. Uma tradição oral que tem vindo a desaparecer, pelo que Montsú quer resguardar e emocionar os foliões e apreciadores do Carnaval em 2020. “São mitos e contos de Cabo Verde e sobre Cabo Verde que certamente vão mexer com o imaginário e a memória das pessoas”, frisa Valdir, para quem esse tema dá aos artistas plásticos um campo de criatividade bastante vasto na concepção dos andores. Dando seguimento ao processo de inovação em curso nesta área, realça o artista, Monte Sossego vai aplicar ideias novas e trazer carros alegóricos capazes de surpreender os espectadores.

Kim-Zé Brito

(Visited 3.293 times, 1 visits today)

9 COMENTÁRIOS

  1. Força, energia, criatividade, coragem e amoção para (em ordem alfabética):
    – Cruzeiros do Norte;
    – Estrelas do Mar;
    – Frores do Mindelo;
    – Monte Sossego;
    – Samba Tropical;
    – Vindos do Oriente.

  2. O presidente do Montsú garantiu que ainda nao sabe da presença de 6 grupos neste carnaval 2020 (com o regresso do Vindos do Oriente).
    Mas, se o Vindos do Oriente foi o primeiro grupo a fazer a apresentação do seu enredo para 2020, só poderemos estar perante três hipoteses:
    – Ou o Vindos do Oriente fez a apresentacao sem se inscrever para o seu regresso;
    – Ou se inscreveu mas a ligoc nao informou os restantes grupos e nem à populacao;
    – Ou se inscreveu, a ligoc informou mas o presidente do montsu nao está a acompanhar os acontecimentos.
    É que nao há uma quarta hipotese.
    E em qualquer destas tres hipoteses fica claro que ainda faltam limar algumas arestas, melhorar atitudes para o bem comum.
    É só continuarem todos a trabalhar para isso pelo que nao (ninguem) podem perder o foco positivo e o espirito construtivo para o bom entendimento permanente.

  3. Hä uma quarta hipotese sim.
    – Ou se o Vindos do Oriente tentou inscrever-se previamente mas, confrontado com alguma possivel lentidao da ligoc em fazer essa inscricao (situacao que já nao é aceitaval por parte de quem deve colaborar), decidiu avançar com a sua apresentacao, antes de estar inscrito, o que neste caso, é de louvar.
    A solucao, é comunicar.
    E o principal responsavel pela comunicacao é a Ligoc.

  4. Concordo com os comentários feitos.

    Cada grupo tem o dever (o INTERESSE aliás), de estabelecer uma boa interação com os seus adeptos.

    Já a ligoc tem o DEVER de estabelecer e promover uma boa interação entre ela e a população, entre ela e os grupos e entre os grupos entre si.

    Por exemplo, sabemos que o site da ligoc tem uma janela destinada às notícias mas…
    Tenho consultado o site, e até agora não encontrei nenhuma notícia sobre as apresentações do Vindos do Oriente e do Monte Sossego: nem prévio anuncio do evento (data, hora e local), nem informações sobre o que e como aconteceu o evento.
    Também, a ligoc sequer ainda introduziu na sua página, a informação do tempo que ainda falta para o carnaval (meses, dias, horas, minutos, segundos).
    Também a ligoc não nos informa do porquê de tudo isso estar a acontecer.
    Até poderíamos compreender mas, ela tem de lembrar que nós estamos deste lado.

  5. O Vindos do Oriente, sabe que pelas regras do regulamento do carnaval de Mindelo em vigência, que é sustentado pelo estatuto da LIGOC (o qual é assinado pelo mesmo e os demais grupos), após a ausência em um desfile, um grupo não pode simplesmente voltar a desfilar para disputar o título máximo do carnaval de Mindelo, sem sofrer as punições previstas nas mesmas.
    Lembrando que o VO, suspendeu a sua participação no carnaval de 2019, de forma unilateral, após muita confusão, alegando que a LIGOC, entre outras coisas, estava desvirtuando o nosso carnaval, e que haviam mudado a rota do desfile, o que o grupo não iria tolerar.
    Entretanto ao que deram a perceber, agora fingem demência e simplesmente se assumem aptos a desfilar no carnaval de 2020, sem quaisquer ônus ou sem passar pelas penalidades previstas.
    Fazendo uma jogada populista, que se explica aqui, na REAL HIPÓTESE….

    VO, quer burlar as regras que os próprios ajudaram a criar (que tinha o sentido de aumentar as responsabilidades dos grupos, evitando ausências desmedidas, e consequentemente perdas de qualidade dos desfiles anuais), com medidas altamente populista, para se colocarem assim como em outras ocasiões, como as vitimas da seguinte forma:
    – Sabiam desde sempre as consequências de não desfilar em um ano, mas já haviam causado muita confusão, e pelo orgulho não poderiam simplesmente voltar atrás após a comoção nas redes sócias pela sua situação, o que poderia levar ao descredito. Única solução era manter o que já tinham, mesmo sabendo das consequências, que futuramente tentariam resolver.
    – Chega o futuro, e o grupo que nunca havia apresentado o tema enredo antes…, acha a solução (que volta a passar por meios populistas de marketing e jogadas de redes sociais, terra fértil de muita gente com pouco conhecimento dos factos, e facilmente manipuláveis…)!!!
    É o primeiro do ano a apresentar o tema enredo, em evento super produzido e badalado, fingindo total desconhecimento das regras, e coloca pressão através das médias, na LIGOC (gestor) e CMSV (maior patrocinador), para tentarem a sua ultima jogada para burlarem as regras. Sendo que estas (principalmente o Patrocinador) pelo medo de a princípio saírem um pouco manchadas pelo marketing de Fake News e contrainformação, principalmente em ano eleitoral, possam ceder a pressão, e incentivar os outros grupos (membros do conselho executivo) a aceitarem a volta, sem as punições.
    Confesso que essas jogadas estão sendo muito bem feitas, e prevendo a inércia e falta de pulso firme tanto da LIGOC como da CMSV, que querem agradar a Deus e ao Diabo ao mesmo tempo!! Típico de País de terceiro mundo mesmo!!!

  6. Na TCV, vi a noticia da apresenracao do enredo do vindos do oriente.
    Mas o mesmo nao aconteceu em relacao ao monte sossego.
    Porquê?
    Sera que a direcao do montsu nao informou a TCV do evento?
    Sera que comunicou mas a TCV nao compareceu?
    Sera que comunicou, a TCV compareceu e fez a reportagem mas, o departamento central da TCV na Praia censurou?

  7. Acho que ninguém tem mais nada a se pronunciar sobre este assunto porque o “real hipótese” já demonstrou que sabe tudo de tudo o que está a acontecer.
    Ninguém o vai conseguir contradizer, nem sequer, conseguir debater com ele, nem sequer trocar ideias com ele.
    Ele está na posse de todas as informações fidedignas e válidas, o que o leva a fazer afirmações com toda a certeza porque sabe de tudo sobre o assunto.
    Neste caso, há só duas hipóteses:
    – Ou ele sabe de tudo porque ele é um dos elementos da organização e neste caso, ele deveria identificar-se não só para credibilizar as suas afirmações como também, para que nos sentíssemos bem informados.
    E se não o fez, demonstra alguma covardia e tendência irresponsável para gerar a confusão gratuitamente.
    – Ou ele não é da organização, o que significa que não está na posse dos conhecimentos de pormenores que faz parecer possuir. E neste caso, tudo o que ele escreveu não tem valor nenhum e só pode ser interpretado como uma tendência de personalidade de pessoa maldizente.
    Pessoa que não consegue se sustentar psicologicamente e emocionalmente, se não falar mal dos outros, se não tentar denegrir os outros.
    Mas, apesar dos pesares…o carnaval continua!

  8. Há uns dias atrás foi anunciado que hoje haveria uma apresentação conjunta do Samba Groove e da Batuqueria da Bélgica.
    Alguém que escreve aqui poderia informar a hora e o local?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here