Festival Internacional de Graffiti: Casas do Norte da Baia transformadas em telas artísticas

715

Um grupo internacional de artistas deu uma cara mais colorida às casas do Norte da Baía, no âmbito de um festival de graffiti promovido pelo Atelier Mar e a UniCV, que visa, entre outros objectivos, motivar os moradores e transformar essa localidade numa atracção turística. Catorze grafiteiros de Cabo Verde, Portugal, Brasil, Grécia, França, Espanha e Itália montaram acampamento nessa zona litorânea durante uma semana e desenharam murais em dezassete residências, na escola do ensino básico e no centro social, provocando uma mudança radical na imagem desse local. O cinzento das fachadas agora deu lugar a desenhos artísticos que embelezam e valorizam as casas.

“Pode-se dizer que o Norte da Baía ganhou uma nova vida, que era um dos nossos principais objectivos. Sente-se um ar mais feliz nos moradores; queremos que ganhem autoestima e motivação e sejam os grandes agentes do desenvolvimento desta localidade”, frisa Maria “Mami” Estrela, responsável do Atelier Mar, organização não-governamental que pretende agora mobilizar esforços no sentido de providenciar um furo para abastecimento de água à população desse ponto recôndito da ilha de S. Vicente. A expectativa de Estrela é que o ministério do Ambiente decida envolver-se neste outro importante projecto.

O Festival Internacional de Graffiti envolveu sessenta pessoas ligadas ao Atelier Mar, UniCV, M_EIA, além dos próprios moradores do Norte da Baía, que ajudaram a montar andaimes e a confecionar alimentos. A sua concretização contou ainda com o envolvimento da Câmara de S. Vicente, o projecto S-Fest, o Instituto Camões, a Embaixada da Espanha, a União Europeia e as empresas Cavibel, Padaria do Leão, Purágua e Sita. A ideia do evento, segundo Estrela, vem na sequência de um projecto de melhoria habitacional que o Atelier Mar tem desenvolvido nalgumas comunidades.

O festival termina hoje, Domingo, após uma semana de intensa actividade nessa localidade, cujas casas foram usadas como telas artísticas. O resultado desse trabalho ficou à vista de todos e a expectativa é que o Norte da Baía venha a ser uma atracção tanto para os cabo-verdianos como para os turistas.

Kim-Zé Brito

(Visited 852 times, 2 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here