Flamengo conquista a Copa Libertadores guiado por Jorge Jesus

117
Foto: AP Photo/Fernando Vergara

O Flamengo conquistou a sua segunda taça da Copa Libertadores ontem à noite, num jogo épico e histórico para o treinador português Jorge Jesus. A formação brasileira conseguiu tirar uma vitória por 2-1 frente ao River Plate, com golos de Gabriel Barbosa, quando esteve a perder até perto dos 90 minutos. O Fla deu uma reviravolta inacreditável que praticamente endeusou a carreira de Jorge Jesus no emblema brasileiro.

O colombiano Rafael Borré, ao minuto 15, inaugurou o marcador para a equipa de Buenos Aires, resultado que se manteria até ao minuto 88. Gabigol empatou, entretanto, após assistência de Arrascaeta e, quando tudo fazia antever o prolongamento, o goleador voltou a aproveitar corte deficiente de Pinola para, na cara de Armani, fazer o 2-1, resultado final.

Mesmo após o segundo golo de Gabigol, que acabaria por consagrar o Flamengo como campeão da Libertadores, Jorge Jesus tinha à flor da pele todas as emoções do momento. Em conferência de imprensa, explicou o porquê, lembrando a fatídica temporada 2012/13 no Benfica. “Tenho muitos anos de futebol e já passei por muitas situações. Exaltei-me até com o meu assistente, o João de Deus, a 20 segundos do fim, porque ele estava a gritar ‘acabou, acabou’. Já perdi títulos a dez segundos do fim e o futebol é cruel. O jogo só acaba quando o árbitro apita e não queria que ninguém festejasse enquanto o jogo não acabasse.

Depois da conquista da prova em 1981, o técnico português, 38 anos depois, coloca a segunda taça do maior troféu sul-americano de clubes no museu do Mengão e vai disputar o Mundial de Clubes.

Os campeões são esperados hoje no Brasil, onde vão desfilar a taça pela Avenida Presidente Vargas para comemorar a vitória com a nação rubro-negra. Para evitar tumulto, a Polícia Militar pede que a torcida não vá ao aeroporto e aguarde os ídolos na região da Presidente Vargas. O próprio Flamengo recomenda que a torcida não vá para o Galeão, pois o desembarque será pelo Terminal de Cargas.

Os jogadores irão de ônibus para a Candelária, no Centro do Rio, onde começará o desfile dos campeões. O percurso será em carro aberto.

C/Abola.pt e Globo.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here