Guiné Bissau: Simões Pereira e Sissoco Embaló disputam segunda volta

Os candidatos Domingos Simões Pereira e Umaro Sissoco Embaló vão disputar a segunda volta das eleições presidenciais da Guiné-Bissau, anunciou esta quarta-feira, 27, a Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Domingos Simões Pereira, apoiado pelo Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) obteve maior percentagem de votos, 40,13%, mas não conseguiu mais de metade para vencer à primeira volta.

Sissoco Embaló, apoiado pelo Movimento para a Alternância Democrática (Madem-G15), foi o segundo mais votado e obteve 27,65% dos votos. A taxa de abstenção é das mais elevadas de sempre, situando-se nos 25,63%.

O Presidente cessante, José Mário Vaz, falhou a reeleição, sendo o quarto candidato mais votado, com 12,41% dos votos.

Segundo o cronograma eleitoral para as eleições presidenciais da Comissão Nacional de Eleições, a segunda volta vai realizar-se em 29 de dezembro.

Mais de 760.000 guineenses foram chamados às urnas no domingo para escolher entre 12 candidatos o próximo Presidente da República.

C/CM

2 COMENTÁRIOS

  1. Alívio!
    A Guiné Bissau já tem a certeza de que o animal José Mário Vaz não será presidente.
    Mas mesmo assim, é preciso ter cuidado porque gente assim é perigosa.
    Não lhe custa nada fingir-se que aceitou os resultados, só para continuar tranquilamente a preparar algum golpe ou algum assassinato, porque ele é vingativo.
    CONVÉM REDOBRAR A ATENÇÃO COM ELE

  2. É preciso cuidado também com o Umaro Sissoco Embalo.
    A forma como ele se expressou na sua visita a Caboverde, mostrou uma pessoa sem escrúpulos e pouco civilizada, apesar do total apoio recebido do presidente da Assembleia Jorge Santos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here