Veleiro Imoca Advens faz testes nas águas de Cabo Verde para a corrida “Volvo Ocean Race”

100

A menos de dois anos da “Volvo Ocean Race”, as águas de Cabo Verde começam a ser pista de treino para as embarcações que irão competir naquela que é considera a regata rainha dos mares dos tempos modernos. Ontem, o Porto Grande recebeu um dos veleiros, o Imoca Advens for Cybersecurity, que está nos preparativos para a corrida de 2021 e que terá a sua primeira escala na cidade do Mindelo.

A presença da embarcação foi comunicada ao ministério da Economia Marítima pela organização e mereceu a visita de uma comitiva composta pelo ministro José Gonçalves, o Secretário de Estado Paulo Veiga, o autarca Augusto Neves e Jorge Maurício, PCA da Enapor.

“Foi uma visita de cortesia, mas que tem o seu grau de simbolismo tendo em conta a passagem por S. Vicente da regata Volvo Ocean Race. É um barco que utiliza tecnologia de ponta, que já atingiu a velocidade máxima de 30 nós, o que deixou a tripulação satisfeita”, comenta Paulo Veiga.

Nessa visita, as autoridades cabo-verdianas só puderam falar com o comandante que veio a S. Vicente para levar o veleiro para França. É que a tripulação desembarcou no Porto Grande e partiu logo para a Europa numa ligação aérea. Para o Secretário de Estado Paulo Veiga, isto vem demonstrar que Cabo Verde pode sim funcionar como um hub marítimo, nomeadamente para troca de tripulação de navios e reparação naval.

Este é o segundo veleiro ligado à Volvo Ocean Race que passa por Cabo Verde, depois de a embarcação Hugo Boss ter sofrido uma avaria numa quilha e forçada a parar no Porto Grande.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here