Jornalista assassinada ontem à noite no México

136

A jornalista mexicana Norma Sarabia foi assassinada ontem à noite no estado de Tabasco, sudeste do país, informou o jornal local “Tabasco HOY”, no qual ela trabalhou por 15 anos. Com esta, somam-se seis jornalistas assassinadas desde o início deste ano naquele país da América Latina.

Norma foi vítima de um ataque na cidade de Huimanguillo, a cerca de 65 km da capital do estado, Villahermosa. As primeiras informações indicam que ela foi atingida por vários tiros disparados por dois homens em uma motocicleta quando entrava em casa. A repórter se dedicava à cobertura policial.

Em 2014, Norma Sarabia denunciou os comandantes da polícia de Huimanguillo por ameaças depois que publicou informações que os envolviam em supostos casos de sequestro, indicou o jornal Cambio, em fevereiro, segundo a France Presse.

O México é um dos países mais violentos para o exercício do jornalismo, com mais de 100 profissionais assassinados desde 2000. Norma é a sexta jornalista assassinada no país em 2019, segundo levantamento do Repórteres Sem Fronteira, que apontava a morte de cinco jornalistas até maio.

No ranking de liberdade de imprensa da RSF, que lista 180 países, o México aparece em 144. Em 2018, de acordo com a mesma fonte, pelo menos dez jornalistas foram assassinados em diferentes partes do país.

C/Globo e outras Agências Internacionais

(Visited 255 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here