Jovem morre no HBS minutos depois de ser liberado para regressar à casa

9195

Fábio Rocha, um jovem de 28 anos que residia na Ribeira Bote, faleceu no passado domingo no Hospital Batista de Sousa, em São Vicente, minutos depois de ter sido atendido no Banco de Urgência e dispensado para regressar à casa. Ainda não se sabe a causa da morte e o corpo está aguardando a autópsia que, segundo familiares, está marcada para amanhã.

Segundo Elton Monteiro, primo do malogrado, tudo aconteceu na tarde de domingo quando Fábio se encontrava na zona da Ribeira Bote num momento de convívio com amigos. “Ele estava bem e chamou-me para irmos fazer uma massa”, conta Elton. De repente, prossegue, Fábio sentiu-se mal e pediu aos amigos que o segurassem, pois ele estava com sono e sentia que ia desfalecer. Mas, como conta Elton, já não deu tempo de impedir que caísse. “Ele caiu e bateu forte com a cabeça no chão. Na mesma hora apareceu um carro que nos levou ao hospital, onde ele foi atendido de imediato”, explica.

Como conta Elton, já no hospital tentaram reanima-lo e ele ainda conseguiu lembrar-se do próprio nome. Entretanto, ao tentar fazer um movimento, Fábio não conseguiu mover nem os braços nem as pernas. Entretanto, passados alguns minutos ele retomou os seus movimentos, mas ainda apresentando alguma fraqueza. “Tiraram-lhe sangue para exames e pediram-me que abandonasse a sala. Foi então que saí para rua para telefonar ao irmão dele. Nesse meio-tempo fui comprar um sumo para ele e, quando voltei, informaram-me que ele já estava bem e que estava de saída para casa. Estranhei”, conta Elton.

Liberado, Fábio saiu do hospital acompanhado dos amigos em direcção à Ribeira Bote. Só que, no caminho, ele voltou a sentir-se mal e mais uma vez caiu ao chão. “Assim que ele caiu apareceu um carro e regressamos ao hospital. Quando chegamos já não me deixaram entrar, mas pude notar um certo nervosismo nos enfermeiros e vi que apanhavam, às pressas, alguns materiais numa bandeja, levando-o de seguida para os cuidados intensivos. Já só consegui ver os enfermeiros a correr de um lado para outro.

Passados alguns momentos, Fábio soube que o amigo faleceu. Para ele, esse fim trágico aconteceu porque não foi dada assistência necessária ao seu primo, ainda que tenha alertado os médicos para o facto de ele ter batido forte com a cabeça no chão. Elton lamenta o facto de a família não ter recebido ainda nenhuma explicação sobre o que aconteceu com o jovem.

Segundo a direcção do HBS, Fábio Rocha deu entrada no Hospital Batista de Sousa às 15h35, foi observado e teve alta. Conforme explica Ana Brito, directora do Hospital, foi liberado porque certamente não foi detectado nada que justificasse a sua permanência nesse estabelecimento de saúde.

Só que, por volta das 16:40, o paciente voltou a dar entrada no estabelecimento de saúde e acabou por falecer após sofrer uma paragem cardiorrespiratória. Ainda não se conhece a causa da morte e o corpo encontra-se no hospital à espera do médico legista, que deve chegar ainda esta semana a São Vicente.

Natalina Andrade (Estagiária)

(Visited 14.737 times, 1 visits today)

20 COMENTÁRIOS

  1. como é possivel? sim è possivel porque somos um pays pobre en termos de recurços mais somos ainda mais pobre porqué à negligencia, a falta de competençia juntado com à falta de responsibilidade propria faz com quem essas coisas acontesse no nosso pays. ALGUEM DEVE SER RESPONSIBILIZADO quando algo deste type acontesse. esculpa o meu portugues

  2. Mas o que está acontecendo com o atendimento no Hospital Baptista de Sousa???? Pelo Amor de DEUS são vida de pessoas que estão em risco!

  3. Que pena. Descanso eterno a esse jovem e sentimentos a família. Esse é o hospital que temos, ninguém está a fim de fazer o seu trabalho com qualidade a não ser que seja familia do amigo. Perdemos tantas vidas nesse hospital por negligência e ninguem diz nada, é medo? Enquanto os médicos e os enfermeiros encobertam uns aos outros, o povo é que paga. Vamos acordar São Vincente, a ilha vai de mal a pior e ainda querem matar-nos todos. Triste!

  4. Muito triste e já são muitos casos que acontecem em Cabo Verde e sem as devidas consequências… muito muito triste, sentimentos à família e amigos. Queria dar o reconhecimento à jovem estagiária que escreveu muito bem o artigo , muito melhor que muitos jornalistas da praça que têm a mania.

  5. Mi q sab ond q no t bem para q ess falta respeito q nos seres humanos tem p companherio ess e da ques causa no t fca t pregunta ,,,..,(pk ) ma deus te ajuda bo familia descansa em paz ma pf no t pedi mas RESPEITO ne Hospital :-:::povo t valoriza com tem respeito ….

  6. Iss é k da ter medicos no HBS e depois vão as pressa para os seus bem fazeres como ir trabalhar nas clinicas onde ganham mais…no hospital são simples medicos…nas clinicas onde ganham mais são medicos…ne pr acaso todos es jovens morre so em hospitais não nas clinicas….haja respeitos pelos vossos votos de medicos..não de ganância ….vão todos a m.

  7. O hospital Baptista de Sousa precusa de medicos enfermeiros auxiliares que se preocupem com a saúde das pessoas que cuidem delas e que deixem de ter a P. DA MANIA…Não é a primeira vez que morre uma pessoa por negligência médica e infelizmente não vai ser a última. Eles não são mais que ninguém…
    Ainda me lembro da primeira e única vez que fui às urgências com um dedo partido, o médico olhou pra minha cara, receitou me paracetamol e mandou me pra casa… desde aí nunca mais.

  8. isto é culpa dos governos dos sucessivos ministros da saude porque a medicina em Cabo Verde tornou-se um negocio muito rentavel para a classe médica .Hospitais publicos ou centros de saude já não prestam pra nada porque tens que ir ao particular entregar-lhes dinheiro .Que vergonha há muito tempo que matam pessoas nos hospitais de Cabo Verde e ninguem é responsabilizados. um país vergonhoso emfim paz e descanco eterno a alma do falecido e consolo á familia e amigos

  9. Acho que não entendi aquele paragráfo de que não foi detectado nada que justificasse a sua permanência nesse estabelecimento de saúde.
    Como é que alguém que perde todos os movimentos mas está consciente não aparenta nada que justifique a permanencia no hospital?

  10. Hoje nesse hospital você chega como uma doença é sai com outra pk é tanta incompetência nesse hospital que vc tem até medo de ser assistido nele.Hoje os veterinária cuidam melhor dos animais do que os médicos desse nosso hospital,Domingo perdi um grande amigo ,uma jovem que tinha muito que viver ainda. Chego a questionar onde que esses médicos conseguiram esses diplomas se é que possuem mesmo ja nem sei.Minhas sentidas condolências a família enlutada.

  11. O HBS precisa de uma reciclagem precisa de uma equipa k trabalha com alma e coração 😥😥😥Cabo verde está em declínio pelo amor de Deus acordem 😥😥😥minhas condolências à família 😥😥😥😥

  12. Uma vergonha!
    A falta de sensibilidades que alguns dos profissionais de saúde tem.
    A falta de vontade de trabalhar, o amor a profissão.
    Como conseguiram fazer
    juramente para salvar vidas?
    A sociedade mais uma vez triste talvez por discuido destes profissionais da saúde.
    E a familia?
    Quem vai manter os filhos se huver?
    A sociedade quer resposta e ponição a quem de direito.
    Presta atenção profissionais!!!
    A vida que chega nas vossas mãos não pode ser nada para vocês, mas este mesmo pode fazer diferença na vida de muita gente.

  13. Ele foi liberode porque aparecentememto ele não tinha nada??? Uma pessoa que desmaiou por duas vez sem motivos porque no hospital não fizeram enxames e análises que detectaram alguma coisa?? Porque???? Vocês tá nos tratdar como lixo mas dia que isso acontecer com uma família minha pode ter a sertesa eu faço justiça com. As minha próprias mãos com a pessoa que negaram a negligência isso servirá d proteste para chamar a atenção de todos os atendimentos medicos e pensar-se duas vezes antes d abandonar um ser humano a sua própria sorte

  14. Pois é, a história se repete e se repetirá, infelizmente … fui vítima desses carrascos, dei entrada acidentado, fizeram um diagnóstico de M…, um tratamento de M…, um acompanhamento de M… e com a sorte que tenho que infelizmente muita gente nesta terra não tem, com os meus meios lá consegui chegar a Lisboa. A primeira coisa que o médico de relance viu no TAC foram costelas partidas que esses M… CEGOS não viram, em seguida estive quase 3 meses internado a tratar de vários ferimentos internos que esses M… não viram … o grande problema que se põe hoje nos hospitais é a questão da responsabilização e da colaboração de todos os médicos na denúncia de médicos irresponsáveis e graves erros na prática da medicina. O que acontece é que os médicos em Cabo Verde fizerem um VOTO DE SILÊNCIO em relação aos erros médicos dos colegas e assim instituíram um CORPORATIVISMO MAFIOSO na prática da medicina …

  15. Que tristeza…. rest in paradise young guy
    Sentidas condolências há família enlutada.
    Mas que vergonha é essa não sei até quando que vâo ser responsável e cuidar de nós os seres HUMANOS, Em CV se não tens dinheiro esquece

  16. Vergonhoso em todos os aspectos.
    A única coisa que funciona bem nesse hospital é a rapidez e eficiência dos que são pagos( porteiros, maqueiros enfermeiros e até médicos)para chamarem rapidamente à Agência funerária mesmo à porta do Hospital, para fazerem o servicinho rápido.
    Corrupção a todos os níveis.
    Aliás São-Vicente está totalmente corrompido em todas as áreas.

  17. O governo tem que prestar atenção na saúde de Cabo Verde, se um país não tem as duas coisas mais importantes, que é saúde e educação! Nada vai mudar enquanto permitirem os médicos , que assim que terminem a faculdade de abrirem consultórios particulares . Primeiro de tudo teoria só não é sinónimo de ser bom. Eles precisam de aprender com os mais antigos como tratar as pessoas ou seja os pacientes . Enquanto permitirem que esses “profissionais “a tratarem as pessoas como moeda de troca , não vai haver bons médicos . Moeda de troca porque só se é bem tratado se fores nas clínicas particulares … Enquanto isso vidas são seifadas por negligência de todos esses ” profissionais ” Em países desenvolvidos nunca que um médico tem ou trabalhe em clínicas particulares enquanto não praticar no hospital… A quem é de direito que faça algo nesse sentido. Que façam esse país mudar nesse sentido, mais Educação e mais Saúde, os dois elos mais importantes num país que quer desenvolvimento …

  18. Uma autêntica palhaçada.
    Estão a brincar com a saúde alheia, cambadas de incompetentes.
    Na mesma semana que faleceu o jovem Fábio eu estive lá por 4 vezes contadas q as 3 vezes anteriores fui diagnosticada com nada,… apenas um simples gripe que passará só com vitamina c e paracetamol, no entanto tratava-se de um infeção nos 2 ouvidos , garganta e falta de ar constante….. mas deu para perceber que a tal Médica de serviço nesse dia me receitou um charope, certificando no Google os efeitos do medicamento se ela estava a receitar o medicamento certo.

  19. Infelizmente essa é a nossa realidade Fabi não foi o primeiro e nem será o ultimo a morrer por incompetência de enfermeiros e médicos porque nós estamos a servir de cobaia desses funcionários da saúde. Precisamos de acordar para a nossa realidade e lutar por nossos direitos de ser atendido num hospital com dignidade porque merecemos não é só nas clínicas particulares não???? Precisamos é de nos revoltar sair as ruas lutar por nós por um atendimento digno pq merecemos pagamos por isso.
    Até quando? Precisamos de perder mais vida nesse HBS para vermos que estamos de mal a pior. Esse pessoal vai continuar a encobrir uns aos outros e nós como ficamos com a nossa perda de um familiar, um amigo.
    Pessoal precisamos dizer um basta a falta de respeito que o HBS tem por seus utentes e lutar por nós por um atendimento serio como se estivermos numa clínica particular queremos um bom tratamento para nós com ou sem dinheiro pq merecemos.
    Precisamos falar sair as ruas expressar os nossos sentimentos e mostrar para HBS que podemos devemos e sabemos que merecemos ser atendidos como qualquer familiar de médicos e enfermeiros com deve ser com vigor e muito blá bla bla….
    Não vamos conseguir provar que foi negligencia a morte de Fabi mas sera um começo para que eles possam verem que estamos cientes do que esta a passar dentro do HBS. VAMOS COLOCAR UM BASTA NESSE HBS vamossair a rua e manifestar os nossos sentimentos não só por FABI mas por outros que morreram por negligencia dos funcionarios da saúde SÃO VICENTE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here