Lino Rodrigues lidera ranking luso em Men’s Physique and Muscular: Fisiculturista conquista acesso ao “Diamond Cup”

92
Foto: Hdfotografia.pt

O fisiculturista Lino Rodrigues conquistou no dia 25 o apuramento para o “IFBB Diamond Cup”, após uma sequência de resultados positivos em várias competições disputadas em Portugal, no mês de Abril. O atleta cabo-verdiano atingiu assim o seu principal objectivo desportivo deste ano, que era garantir a presença nesse campeonato de nível europeu e que, como diz, pode ser a sua rampa de lançamento para voos mais promissores. “O Diamond Cup é uma prova que já dá uma grande projecção internacional aos concorrentes porque envolve culturistas de toda a Europa. A partir deste campeonato já é possível, por exemplo, conseguir-se o Pro Card e competir na Liga Profissional”, explica esse comissário de bordo da TACV.

Lino está neste momento a recuperar energia depois de um mês intenso de competição em Portugal para depois começar a preparação para a dita prova, que acontece de 8 a 11 de Junho, na cidade de Espinho. Ciente das dificuldades que vai enfrentar, este desportista praiense aposta as suas fichas na sua potencialidade, comprovada pelos excelentes resultados alcançados em terras lusas, onde lidera o ranking da Federação Portuguesa de Bodybuilding na categoria Men’s Physique and Muscular.

Conforme dados que o atleta disponibilizou ao Mindelinsite, este ano venceu os títulos nas seguintes competições: Iron Stor by Yamamoto, Top 4 Muscular Physique, Men’s Shorts, Grande Prémio P2K Top 2 Men’s Physique, Campeonato Regional Sul, Campeonato Overall Men’s Physique, Campeonato Nacional Top, Campeonato Men’s Physique Master Top 3 Men’s Shorts.

Deste leque, Lino Rodrigues atribui uma importância especial ao título de Campeão Absoluto Regional Sul, que lhe deu o acesso directo ao “Diamond Cup”. “Quando conquistei esse feito fiquei muito emocionado no palco porque sei o quanto trabalhei para isso”, comenta o fisiculturista, que faz um esforço titânico para conciliar o trabalho com o treino. Lino conta que costuma levar a sua própria comida nas viagens que faz como comissário de bordo da TACV para poder cumprir as regras da sua alimentação.

Quando está na terra, faz dois treinos diários, uma de manhã e outra à tarde, na cidade da Praia. Apesar de residir em Cabo Verde, foi convidado a competir em Portugal e alcançou a proeza de estar a liderar o ranking na sua categoria.

Segundo Lino, o facto de treinar em Cabo Verde prova que os cabo-verdianos podem alcançar o topo no desporto, se tiverem foco e disciplina. “Às vezes fico admirado quando vejo atletas que levam uma vida desregrada – em paródias constantes e a comer um monte de asneiras – mas que conseguem mesmo assim manter um nível físico impressionante. Não sei dizer se somos superdotados, mas é um facto que temos genética, somos especiais”, afirma o atleta, que, garante, só usa vitaminas e suplementos alimentares e que mesmo assim tem atingido os seus objectivos em competições renhidas.

Kim-Zé Brito

(Visited 278 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here