Lugar ta blue!

375

Por Nelson Faria

O “blue” do carnaval 2019, pelos vistos, ainda vai continuar. Até quando? Não sei. Certo que todos queremos o MELHOR, o MELHOR  carnaval de sempre, com todos, todos!. O bom-senso, o diálogo e o consenso são necessários para se atingir esse fim. Caso contrário, vamos continuar com o “blue” que temos seguido nas redes sociais e conversas várias em outros locais, sem saber o que poderá resultar o espectáculo de 2019.

Se por um lado é preciso, sim, organização, e que os grupos assumam a gestão do evento por eles produzido, por outro é preciso entender que em algo novo há sempre um período em que poderíamos chamar “transitório”, onde os consensos são necessários, logo os extremos e a imposição nada ajudam. Felizmente, acho eu, que não vamos cair no “blue” par(a)lamentar. Com isto, espero também que não sejamos relegados para a segunda divisão do Carnaval nacional por quem já prometeu o melhor Carnaval do país em outras paragens.

Tempo esse maravilhoso, “blue time”, onde o mundo Mindelense está azul. O tempo revela um céu quase que sem nuvens, azul, azulinho, onde o mar segue as pisadas, o sol quente de verão aparece sem maldade, tudo tranquilo. Até o vento, por estes dias, desistiu de dar as caras com medo de entrar na riola do carnaval. Ainda bem. A água do mar está tão limpa, tão transparente e cristalina que um cardume de peixes decidiu “fincá tenda” no meio do mar da Laginha. Bem-vindos. Que não lhes façam mal.

O mal que desejo é para o mau cheiro que está entalado na Avenida Marginal. Que vá para não sei aonde e nos deixe tirar proveito deste “blue time” durante a semana do “Ocean Week”.

Por falar em “Ocean Week”, é de registar a dinâmica que o evento trouxe à cidade. Das gravatas e formalidades, aos “blue jeans” e “mini jeans” e, eventualmente, “blue blood” nos yachts que enchem a Baía do Porto Grande. Ora, que grande evento para a ilha, para a vida que esta cidade precisa, para a dinâmica económica, cultural e social que tanto ansiamos. Que saibamos aproveitar para revitalizar onde for possível, evidenciar as nossas qualidades e dinamizar mais e mais eventos do género. Que este “Ocean Week” seja o início efectivo de coisas boas que desejamos para Mindelo a partir do mar, mas que toque em todas as potencialidades da ilha, do cultural, desportivo e do empreendedorismo.

Esperando que o “blue” do carnaval se resolva rápido, que a cidade se mantenha no “blue time” que este tempo maravilhoso nos proporciona e que seja um “Ocean Week” de coisas boas. Que em Mindelo impere o blue, mas sem “blue”.

(Visited 645 times, 2 visits today)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here