Marine Le Pen nega comparecer perante magistrados em nova investigação

46

Marine Le Pen, a candidata da extrema-direita às eleições presidenciais na França, voltou a ser destaque na imprensa, agora por ter negado cumprir uma convocatória judicial para se apresentar perante magistrados que estão a investigar uma suspeita de uso indevido de dinheiros atribuídos pelo Parlamento Europeu. Le Pen, que esta semana viu esse mesmo Parlamento retirar-lhe a imunidade de eurodeputada depois de publicar imagens de execuções brutais do Estado Islâmico, deixou saber através do seu advogado que só irá falar com a Justiça após os resultados das eleições.

Conforme o site Observador, a posição de desafio da líder da Frente Nacional surge num dia em que a União Sindical dos Magistrados (USM) de França, a principal organização dos juízes franceses, denunciou ataques “puramente políticos” de que estão a ser alvo por parte de dois dos principais candidatos ao Palácio do Eliseu – Marine Le Pen e François Fillon -, ambos objecto de investigação. Estes candidatos, refere o mesmo órgão, exigiram a suspensão das diligências, mas a USM insistiu que é “normal e saudável” para a Democracia francesa que os juízes façam livremente o seu trabalho sejam quais forem as pessoas envolvidas e o momento político.

Conforme noticia a agência Reuters, a polícia francesa chegou a realizar buscas na sede da Frente Nacional, em Paris, relacionadas com o alegado uso de fundos da União Europeia por Marine Le Pen, durante a Legislatura de 2011-12, para pagar funcionários do seu próprio partido. Porém, pelas regras da UE, esses financiamentos destinavam-se a cobrir serviços prestados por assessores parlamentares.

Refira-se que Marine Le Pen está bem cotada nas sondagens, pelo que tem boas hipóteses de se tornar a próxima presidente do Estado francês. O escrutínio está agendado para o dia 23 de Abril e uma segunda votação a 7 de Maio, em caso de necessidade.

Foto: www.ceticismopolitico.com

(Visited 61 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here