Nacional de Futebol: Sporting é campeão, depois de cinco anos de jejum

160

O Sporting da Praia é campeão nacional de futebol época 2016/2017, depois de vencer a equipa do Ultramarina na tarde deste Domingo por 3×2. Na primeira-mão, disputada na semana passada no “Orlando Rodrigues”, a equipa campeão de Santiago venceu por 2×1. O Ultramarina de São Nicolau reconheceu a supremacia nas duas partidas e deu os parabéns aos “Leões”.

Este era um jogo importante para o Sporting, que soma assim o seu 10º título pós-independência. Por isso mesmo, entrou decisivo e marcou logo aos 12 minutos da primeira parte. Mas aos 32 minutos a equipa leonina sofreu um duro golpe, com a expulsão do guarda-redes. Edir, do Ultramarina empatou o jogo na segunda metade do jogo, aos 55 minutos. Mas Sunday não estava para brincadeiras e apontou logo dois golos, aos 66 e 69 minutos, colocando os “Leões” em vantagem. O primeiro de tento Sunday resultou de uma jogada atrapalhada dentro da área da Ultramarina. Já o segundo foi um cruzamento bem medido, que foi parar no fundo das redes.

No final do jogo, os atletas e dirigentes do Ultramarina de São Nicolau foram todos “politicamente correctos” e deram os parabéns ao Sporting pela conquista. O presidente do Ultra, Simoni Soares, prometeu trabalhar para no próximo ano voltar a disputar a final, até porque esta é a terceira que o clube deixa fugir. Os jogadores lamentaram a paragem de dois meses e o pouco tempo de treino antes do jogo.

Do lado do Sporting, o contentamento era geral por ver a equipa de novo na liderança do futebol nacional, após um jejum de cinco anos. Já o presidente da comissão de gestão da Federação Cabo-verdiana de Futebol, Avelino Donay, instado a comentar a polémica à volta do campeonato nacional, disse que o término da prova é mais uma etpa que se fecha e, por isso, deve-se esquecer o que se passou e parabenizar o vencedor. “É mais um capítulo que está fechado. Quanto assim é, esqueçamos o que passou e devemos dar os parabéns ao Campeão nacional”, afirmou.

O Melhor Marcador do Campeonato Nacional de Futebol foi Patchick da Ultramarina, o Melhor Guarda-Redes Kelvyn do Sporting da Praia, Melhor Jogador Cadú, também do clube da capital, que conquistou ainda o prémio de Melhor Treinador da competição. Não houve troféu Fairplay porque, diz a organização, houve muitas expulsões, o que é estranho, já que devia ser atribuída à equipa que cometeu menos infracções.

De realçar que a equipa do Ultramarina de São Nicolau não ficou satisfeita porque não recebeu a Taça de vice-campeã nacional no Estádio da Várzea. Os jogadores e equipa técnica receberam apenas medalhas.

Constânça de Pina

(Visited 209 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here