NASA suspeita de vida alienígena recente em Marte

280

O veículo de exploração espacial da NASA – apelidado de Curiosity – detetou elevados níveis de gás metano na superfície de Marte, indicando a possível presença de vida alienígena no Planeta Vermelho.

O Curiosity detetou 21 partes por bilião de unidades por volume de metano, sendo esta a maior quantidade medida durante a missão, revela a NASA. Ou seja, em cada volume de ar em Marte existe um bilionésimo de volume de metano.

Os cientistas estão entusiasmados com a descoberta porque a vida microbiana é uma importante fonte de metano na Terra, por isso pode ser um sinal de que existem micróbios em Marte há pelo menos cem anos.

Além disso, a descoberta do gás é significativa porque na Terra o metano é geralmente produzido por seres vivos. A luz solar e as reações químicas destroem as moléculas de metano em poucos séculos, portanto, qualquer metano detetado agora foi libertado há relativamente pouco tempo.

No entanto, o metano também se pode desenvolver através de processos geológicos. O veículo Curiosity não possui instrumentos que possam dizer definitivamente qual é a fonte desta descoberta.

A NASA prepara-se para fazer experiências para conseguir mais informações sobre a ‘nuvem’ de metano, de forma a analisar os dados e confirmar resultados.

“Embora os níveis elevados de metano medidos pelo Curiosity sejam excitantes, como possíveis indicadores para a vida, é importante lembrar que este é um dos primeiros resultados científicos”, disse Zurbuchen, do Diretório da Missão Científica da NASA numa publicação no Twitter.

“Para manter a integridade científica, a equipe de ciências continuará analisando os dados antes de confirmar os resultados”, conclui ainda.

Apesar dos novos dados serem um avanço para os cientistas, são ainda precoces para qualquer conclusão definitiva. 

Foto Twitter de Thomas Zurbuchen

C/CM

(Visited 619 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here