Navio “Araguari” em São Vicente antes do exercício “Obangame Express”

305
The Brazilian Navy’s latest BAE Systems built warship has set sail for the first time to be put through her paces on an extensive programme of sea trials off the UK coast. Over 250 members of the Brazilian Navy have now been stationed in the UK since the £133 million contract was signed for three Ocean Patrol Vessels and ancillary support services, which includes a manufacturing licence to enable further vessels of the same class to be constructed in Brazil. Keywords:

O navio-patrulha da marinha do Brasil “Araguari” chega a São Vicente no próximo dia 13 de fevereiro, onde permanecerá até o dia 17, quando iniciará a sua participação no exercício multinacional “Obangame Express 2019”.  Este exercício vai acontecer na costa oeste do continente africano, juntamente com marinhas e Guardas Costeiras provenientes da África, Estados Unidos, Europa e América Latina, totalizando 29 países.

A embarcação partiu ontem de Natal, no Rio Grande do Norte. Já nas águas de Cabo Verde encontrará o navio “Guardião” da Guarda Costeira e, juntos, vão realizar uma série de exercícios para incrementar o adestramento dos meios das marinhas do Brasil e de Cabo Verde em acções de segurança marítimo. Um outro objectivo é alavancar a interoperabilidade entre meios navais de países integrantes da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul (ZOPACAS) e estreitar os laços de cooperação e amizade entre Brasil e Cabo Verde.

“Durante a estadia no Porto Grande, a tripulação do ´Araguari”`e os militares da GCCV estarão envolvidos em exercícios operacionais e de instruções técnicas voltadas para a manutenção de sistemas eletrônicos, de motores e equipamentos elétricos. O propósito é possibilitar a troca de experiência e de boas práticas na área de manutenção e proporcionar um intercâmbio com vinte cabo-verdianos da GC, formados nos estabelecimentos de ensino da Marinha do Brasil em 2017 e 2018”, lê-se numa nota emitida pelo encarregado do Núcleo da Missão Naval do Brasil em Cabo Verde.

Diz ainda que, para que a população possa interagir com os militares, o “Araguari” estará aberto à visitação no dia 15 de fevereiro, entre as 14 e às 17 horas. Este navio, refira-se, é subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Noerdeste. Tem como principal missão patrulhar a “Amazônia Azul”, uma área marítima de 4,5 milhões de quilómetros quadrados que corresponde, em tamanho, à Amazónia terrestre.

Com 90,5 metros de comprimento e 13,5 de boca, o navio foi construído no Reino Unido e incorporou a marinha do Brasil em 2013. Possui capacidade de realizar operações aéreas com aeronaves de médio porte e autonomia para atuar em operações de busca e salvamento, patrulha e inspeção naval e auxílio a desastres. A sua tripulação é constituída por 12 oficiais, 69 praças e sargentos, três médicos e dois mergulhadores.  

Constânça de Pina

(Visited 1.158 times, 1 visits today)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here