PJ forma em matéria de gestão da cena de crime e análise de drogas

34

PA Polícia Judiciária acolhe uma formação em matéria de gestão da cena de crime e análise de drogas, promovida pelo Escritório das Nações Unidas Contra Drogas e Crimes (UNODC) e financiada pela União Europeia. Esta insere-se na proposta de criação de um centro forense em Cabo Verde.

Para a Coordenadora Nacional da UNODC, esta formação é mais uma etapa do reforço das capacidades forenses, a nível regional e de Cabo Verde e acontece “graças ao projeto de apoio ao Plano de Acção Regional da CEDEAO para a luta contra o tráfico de drogas e o crime conexo, mas também da prevenção contra o uso abusivo de drogas”, afirmou Cristina Andrade, que aproveitou para destacar o “engajamento” que a UE tem tido nesta área, frisando, a sua atenção, através da cooperação, tem tido com a região, em especial com Cabo Verde, em matéria de prevenção e combate à droga.

Por sua vez, a Embaixadora da União Europeia em Cabo Verde, Sofia Sousa, que presidiu a abertura, explicou que a UE se associou ao projeto, na sequência de uma cooperação bilateral que tem, não só com Cabo Verde, mas também, com a CEDEAO e com toda a região. “É um envelope financeiro bastante considerável, abrange três área particulares e uma delas é a questão da segurança e estabilidade regional”, disse a diplomata acrescentou a embaixadora, “a insegurança e o crime não respeitam fronteiras”.

A margem do evento, a PJ recebeu da UE equipamentos portáteis que servem para analisar e identificar no terreno, com precisão, qualquer tipo de droga. A formação insere-se no âmbito da criação de um centro forense no país, conjuntamente com os do Gana e do Cote d’Ivoire. Trata-se pois de projeto regional, pensado como referência de centros regionais forenses, para dar apoio técnico a outros laboratórios da região da África Ocidental.

(Visited 67 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here