PM da Guiné Bissau suspende viagens para reduzir custos

74

O Primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Aristides Gomes, suspendeu todas as viagens ao exterior que acarretem custos ao Tesouro do país. O gabinete do PM explica, em nota, que apenas vão ser autorizadas missões ao estrangeiro, no quadro da organização das eleições legislativas previstas para 18 de Novembro.

“A medida de suspensão das viagens decorre da actual situação das Finanças Públicas e da necessidade do cumprimento do Programa acordado com o Fundo Monetário Internacional no que diz respeito à gestão orçamental”, refere o comunicado.

Aristides Gomes suspendeu igualmente as viagens em classe executiva para os “titulares de órgãos de soberania, membros do Governo e equiparados”, lê-se neste que é o terceiro despacho emitido pelo PM, que acumula também a pasta das Finanças, relativo a controlo e contenção das despesas públicas do país.

Antes, em Abril, o primeiro-ministro já tinha bloqueado as contas bancárias do Estado até à nomeação do novo Governo, tendo este mês determinado a suspensão das mesmas, sujeitando-as à contitularidade do Tesouro Público.

Fonte: Angop

(Visited 142 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here