Prisão preventiva e TIR para suspeitos de abuso sexual de menor no Sal

301

O Tribunal do Sal aplicou prisão preventiva ao padrasto de uma adolescente de 14 anos, que vinha sendo molestada sexualmente, e Termo de Identidade e Residência com proibição de contacto com a vitima ao segundo suspeito. Os dois indivíduos, de 18 e 30 anos, foram detidos pela Policia Judiciaria no dia 01 de Novembro, nas localidades de Ferradura e Hortelã, na ilha do Sal.

De acordo com um comunicado da Polícia Judiciária (PJ), os dois indivíduos chegaram ao tribunal indiciados na prática de um crime de agressão e abuso sexual de criança, com penetração, nas suas formas continuada e agravada, e um crime de exibicionista. A vitima, uma adolescente actualmente com 14 anos, vinha sendo molestada sexualmente pelos suspeitos, um deles seu padrasto, desde os 13 anos.

Presentes ás autoridades judiciarias para primeiro interrogatório de arguidos detidos, foram-lhes aplicado como medidas de coação prisão preventiva ao padrasto da criança. Ao segundo suspeito, foi aplicado Termo de Identidade e Residência, proibição de contacto com a vítima, apresentação periódica na Polícia Judiciária e interdição de saída do país.

Constânça de Pina

(Visited 467 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here