Plano resgate de “Soby” readaptado: flutuadores substituídos por tanques de combustíveis vazios

1045

A forma como o navio Soby está encravado na areia obrigou a equipa de mergulhadores da empresa UCS a readaptar a estratégia de resgate da embarcação e perder pelo menos três dias em relação ao plano inicialmente traçado. A primeira ideia era usar seis flutuadores para obrigar o barco a rolar sobre o fundo e estabilizar a sua posição, mas, segundo Francisco Vasquez, coordenador do projecto, agora os mesmos serão substituídos por três tanques de combustíveis vazios. Estes serão instalados amanhã no interior da embarcação, assim que forem retiradas as cinco toneladas de combustíveis do depósito principal do navio.

“Contamos amanhã de manhã retirar o combustível, porque não há risco de poluição, e começar de seguida a introduzir os três tanques, cada um com 25 toneladas de flutuabilidade, que nos parecem mais adequados para a operação que pretendemos”, explica Vasquez. Segundo este especialista, o recurso aos flutuadores foi descartado porque deixavam entrar água e escapar o ar.

Pelas contas dos mergulhadores, será preciso um “empurrão” de 150 toneladas para se obrigar o navio a rolar setenta graus sobre si, uma inclinação necessária para levar a coberta a sair fora da água. Essa força será aplicada com a ajuda dos tanques, uma grua, um rebocador e de balões de ar amarrados ao casco. “Os três tanques vão produzir um esforço de 70-75 toneladas, a grua irá aplicar uma força à volta de 49 toneladas e o rebocador em torno de 36 toneladas. Vamos ainda adicionar mais 30 toneladas com os balões de ar. Achamos que isso será suficiente”, perspectiva Vasquez, cuja equipa começa a correr contra o tempo.

A retirada das cargas decorreu com alguma rapidez, mas, tal como os mergulhadores tinham previsto, mover o barco da posição em que se encontra está a revelar-se uma tarefa gigantesca. É que o casco foi-se enterrando na areia e a equipa técnica não tem à sua disposição as melhores condições técnicas para fazer a embarcação sair do ponto em que se encontra e passar a flutuar.

Kim-Zé Brito

(Visited 1.118 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here