Reunião com FCF inconclusiva: Mindelense aguarda clarificação das propostas

A reunião entre a Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), os dirigentes do Mindelense de São Vicente, Ultramarina de São Nicolau e Sporting da Praia e as associações desportivas para resolver o impasse sobre o nacional de futebol foi inconclusiva, segundo o presidente do clube encarnado do Mindelo. Ao Mindelinsite, Daniel Jesus explica que a FCF decidiu pela realização dos jogos das meias-finais e da final do nacional de futebol, mas não especificou nem a data nem a hora dos mesmos. Já o Mindelense, assegura o dirigente, continua indisponível para jogar.

“Foi uma reunião inconclusiva. Decidiu-se pela realização dos jogos das meias-finais e da final, mas não se avançou nem uma data e nem a hora para a realização dos mesmos”, afirmou o presidente do Mindelense, que denuncia, entretanto, ameaças veladas por parte da FCF e de um dos clubes participantes do “encontro na Praia”, caso as equipas campeãs de S. Vicente e S. Nicolau optarem por não completar a época desportiva 2016/2017.

“Ficou no ar uma ameaça velada de que as equipas que não jogarem vão ser punidas”, confirma este responsável, sem avançar as possíveis sanções. Em São Vicente correm, no entanto, rumores de que, caso o Mindelense ou o Ultramarina mantiverem as suas posições públicas de não jogar as duas mãos das meias-finais, conforme determinação da FCF, podem ser penalizadas com a descida de divisão por pelo menos duas épocas.

Confrontado com estes rumores, Daniel Jesus diz que prefere aguardar pela materialização das propostas da FCF. Realça que a posição do Mindelense se mantém, até porque os jogadores e o treinador foram dispensados e já viajaram para gozar as merecidas férias. “Preferimos aguardar uma posição oficial da FCF. O Mindelense irá também se pronunciar depois”, avisa o presidente dos campeões regionais de S. Vicente e de Cabo Verde em título.

Recorda-se que o  Clube Sportivo Mindelense anunciou a sua indisponibilidade para jogar no mês de Agosto. Foi a resposta dos “encarnados” à decisão da FCF, que mandou anular o encontro entre os tetra-campeões e a Ultramarina de São Nicolau, referente à segunda-mão das meias-finais, e repetir a eliminatória entre as duas equipas.

Na ocasião, o presidente do Mindelense alegou que a indisponibilidade da equipa se prendia com a decisão do clube de dispensar os jogadores e por dificuldades financeiras, mais precisamente falta de verbas para suportar os encargos da equipa de futebol depois de 31 de Julho, data do término oficial da época desportiva. Posição que o clube pretende manter, até porque, como deixa claro Daniel Jesus, os jogadores já foram dispensados.

Nacional vai prosseguir

Contradizendo o Mindelense, o presidente da FCF garante que o Campeonato Nacional de Futebol vai prosseguir com a realização dos jogos das meias-finais no próximo final de semana, estando dependentes apenas das ligações aéreas para São Nicolau. Em entrevista à TCV, Victor Osório afirma que a FCF vai mesmo avançar com a realização dos jogos, sendo a primeira-mão em São Nicolau e a segunda-mão no estádio Adérito Sena, em São Vicente.

Desta vez, para evitar surpresas, Osório explica que a Associação Regional de Futebol de São Nicolau vai solicitar a disponibilização do estádio Orlando Rodrigues formalmente à Câmara Municipal para a realização dos jogos. Resta, por isso, aos cabo-verdianos aguardar os próximos episódios desta novela, que já vai longa.

Constânça de Pina

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here