Roubo na caixa da ajuda da Aldeia SOS terá exposto falhas de segurança no AICE

1253

O roubo ocorrido na madrugada de segunda-feira na Caixa de Ajuda das Aldeias SOS no Aeroporto Internacional Cesária Évora terá exposto uma “grave” falha de segurança no sistema, segundo uma fonte bem posicionada. Tudo indica, frisa, que este foi praticado por alguém que conhecia as insuficiências nos equipamentos e as zonas de sombra das câmaras de segurança. A ASA – Aeroporto e Segurança Aérea ainda está a apurar o que aconteceu e promete falar do assunto mais tarde.

Segundo esta fonte, o roubo foi praticado por um indivíduo encapuzado, numa altura em que, aparentemente, a equipa da Sonasa, empresa que presta serviço de segurança na infraestrutura, estava desfalcada. “Normalmente, o serviço é feito por seis ou sete elementos, sendo que um fica no edifício antigo e os restantes na zona de partida. No dia do roubo, em principio, estavam de serviço apenas quatro agentes da Sonasa”, conta.

Número que, frisa, é manifestamente insuficiente, tendo em conta as actuais ameaças, agravadas com os casos de trabalhadores descontentes. “Todos figuram como ameaças. Agora, é inconcebível um aeroporto fechado ser roubado. Isso significa que qualquer pessoa pode entrar e colocar uma bomba, sem problema. Tudo é possível”, pontua, aproveitando para questionar por quê hoje há alarmes nas casas e viaturas e não há nos aeroportos? Pergunta ainda porquê o aeroporto não tem portas mais seguras?

Para realizar este roubo, o indivíduo encapuzado teve de abrir pelo menos duas portas, uma no exterior e outra de acesso ao terminal de embarque de passageiros. É que a Caixa de Ajuda Aldeias SOS está colocada na entrada da sala de embarque, no lado esquerdo. Todo o roubo foi filmado pelas câmaras de segurança do aeroporto, mas, ao que parece, não havia ninguém para visualizar as imagens na hora. Outrossim, os equipamentos existentes, frisa, têm estado a funcionar com debilidades.

“Os equipamentos estão obsoletos e há zonas de sombra. Este roubo mostra que o ladrão conhecia o sistema e as suas fragilidades. Estamos a falar de equipamentos com 10/15 anos, que já deviam ter sido substituídos, até porque há precedentes de roubos. Houve, por exemplo, o roubo de uma televisão na sala de embarque de passageiros e de combustíveis no carro de abastecimentos na pista. Houve ainda um caso de um indivíduo que saltou a vedação e colocou pedras na pista. Já era tempo de se ter tomado medidas.”

Relativamente ao roubo, não se sabe ainda a quantia que foi retirada da caixa. Mas suspeita-se de que o valor seja significativo porquanto havia muitas notas, nacional e estrangeiras. Aliás, o ladrão deu-se ao luxo de descartar as notas de 500 escudos e todas as moedas.

Tentamos ouvir a ASA, mas fomos informados que ainda estão a apurar o ocorrido pelo que, quaisquer informações, serão prestadas posteriormente.

Constânça de Pina

(Visited 1.881 times, 1 visits today)

2 COMENTÁRIOS

  1. Bem feito…la na AICE exe t preocupa ê k faze segurança na policia se por descuido bo txa cartao de acesso na casa exe t ranja uns xparat tudo a mando de kel palhaço gastão com conivencia dos oficiais de PN k t txal faze o kel bem intende….falando de roubo de TV e combustivel foi funcionario de ASA k robal exe ptal fora alegando kel comete fraude na altura de entra na ASA..cosa ka bem a baila pq era sexe funcionario se fosse grupo de trabalhadores k t opera la tudo gente sebia…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here