Seminário esmiúça participação das mulheres nos movimentos independentistas dos PALOPs

46

A participação das mulheres nos movimentos independentistas dos Países Africanos de Língua Portuguesa, mais especificamente de Cabo Verde, Angola e Moçambique é tema de um seminário, que acontece hoje e amanha na cidade da Praia. A iniciativa é da Fundação Amílcar Cabral, que se associou à Fundação Rosa Luxemburgo.

Segundo Tatiana Neves, os objectivos do seminário são, basicamente, para dar a conhecer as diferentes facetas da participação de mulheres nos movimentos independentistas dos PALOP, incentivar a realização de mais estudos científicos sobre esta temática, a partir de diferentes perspectivas e problemáticas; estimular diversas formas de divulgação deste aspecto da realidade histórica cabo-verdiana junto ao público em geral, que não somente através de trabalhos científicos e encetar um diálogo e reflexão conjuntas com investigadores de outros PALOP, ou que trabalhem a realidade destes países, de forma a promover estudos ou outras iniciativas que possam vir a ser realizados no futuro.

Em discussão estão temas como o colonialismo, o nacionalismo, o antifascismo, a luta de libertação, questões do género, emancipação da mulher e a sua participação na vida pública. “Vamos ter quatro conferencistas, os quais vão apresentar trabalhos relativos às realidades de Cabo Verde, Angola e Moçambique. O primeiro tema é sobre o anticoloniamismo e nacionalismo nas ex-colónias portuguesas em África, a cargo do professor do Instituto de Ciência Política de Bordeux, especialista em colonialismo português , Michel Cahen”, informa Tatiana Neves.

As outras três apresentações referem-se às experiências de Cabo Verde, Angola e Moçambique e estarão a cargo de Ângela Coutinho (Cabo Verde), Margarida Paredes (Portugal) e Isabel Casimiro (Moçambique). Os oradores são dos especialistas conceituados no estudo destas temáticas, a nível mundial, sendo que alguns foram pioneiros no estudo destas temáticas de forma mais aprofundada.
Todas as comunicações apresentadas resultam de trabalhos científicos já realizados e de outros em curso. Hoje vai ser ainda apresentado um livro feito por uma fotojornalista moçambicana de renome, com uma outra abordagem desta temática. Mas é intenção da Fundação Amílcar Cabral fazer a compilação dos resultados deste seminário.

Constânça de Pina

(Visited 96 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here