TIR para suspeito de ameaça de morte com arma de fogo contra ex-namorada

659

O Tribunal da Comarca de São Vicente decretou Termo de Identidade e Residência (TIR) para um indivíduo de 29 anos apresentado à justiça no último Domingo, acusado da prática de um crime de Violência Baseada no Género (VBG), ameaça de morte e posse de arma de fogo. O suspeito foi detido em flagrante na sexta-feira, 28 de Dezembro, no âmbito do cumprimento de uma busca.

Segundo informações avançadas pela PJ, no momento da detenção foi encontrado e apreendido na sua posse uma arma de fogo e um carregador com cinco munições, que se suspeita ter sido utilizada num disparo contra a namorada no passado mês de Maio no Mindelo. Esta detenção aconteceu na sequência de investigações e no cumprimento de um mandado da Procuradoria da República.

Fonte da PJ confirma que este caso é o mesmo noticiado por este jornal em Maio. Na altura, Dérlice Leitão relatou que foi vítima de uma tentativa de homicídio com arma de fogo, perpetrado pelo ex-namorado Fredy Nelson, por não aceitar o término da relação. A jovem mostrava-se no entanto indignada com o comportamento da Polícia Nacional que, frisava, “nada fez” para tentar capturar o ex-namorado. Pior, zombaram da sua situação, conforme disse na altura.

“Forneci à PN a identificação de Fredy Nelson, as características da sua viatura, a zona onde mora e até o seu número de telemóvel, mas a PN não mexeu uma palha para o prender”, lamentava Dérlice Leitão, que dizia se sentir desprotegida e sem saber a quem mais recorrer para garantir a sua segurança. Inconformada com este tratamento, a jovem procurou então a Polícia Judiciária, que de imediato assumiu este caso, que conheceu agora este desfecho: a detenção do ex-namorado e apreensão da arma de fogo.

A tentativa de homicídio, recorda-se, aconteceu próximo ao bar Sisha, em Madeiralzinho, e, de acordo com Dérlice, foi testemunhada por dois seguranças daquele estabelecimento de diversão nocturna. Foram eles que accionaram o serviço de Piquete da PN, após testemunharem a discussão entre Dérlice e Fredy. Este terá sacado da arma e efectuado um disparo na direcção da namorada. A bala terá passado perto do ouvido esquerdo da jovem, que ficou com zunidos na cabeça. “Ele ainda voltou-se para mim e disse na lata que o tiro foi apenas um aviso”, declarava a jovem, que levou a sério este alerta e tratou de “fugir” de São Vicente.

Constânça de Pina

(Visited 1.038 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here