Treze feridos em acidente grave na estrada do Calhau

6176

Treze pessoas ficaram feridas, quatro das quais em estado grave, na sequência de um acidente de viação ocorrido hoje à tarde na estrada do Calhau. O desastre envolveu uma carrinha de caixa aberta e um táxi e, dada a gravidade do caso, as primeiras informações davam conta de pelo menos dois óbitos, o que felizmente não se confirmou. No entanto, três dos feridos sofreram traumatismo craniano e abdominal e foram logo submetidos a cirurgias, pelo que as próximas horas são cruciais.

As vitimas deram entrada no Hospital Baptista de Sousa todas conscientes. Dos treze feridos, três são crianças do sexo feminino com 4, 6 e 10 anos. Segundo a directora do HBS, Ana Brito, dois dos menores sofreram traumatismo craniano e abdominal. Foram levados imediatamente para a sala de operalão, mas ainda é muito cedo para se dizer se estão fora de perigo. “As próximas horas vão ser cruciais. Há um outro adulto com ferimentos graves, que também poderá ser submetido a uma cirurgia ainda hoje. Mas ainda estamos a organizar, pelo que não posso adiantar mais nada de momento”, revela a médica.

Para atender os feridos, o hospital viu-se obrigado a reforçar a sua equipa, sobretudo o serviço de radiologia, com cirurgiões e enfermeiros. Os restantes acidentados continuam sob observação devido aos ferimentos, mas estão fora de perigo.

As causas do acidente ainda estão por apurar. Mas tudo indica que a carrinha falhou uma ultrapassagem ao taxi, que não se encontrava em serviço. Não foi possível falar com o Comandante e nem com o chefe do Departamento de Trânsito da Polícia Nacional, por este se encontrar fora de São Vicente. Segundo informações apuradas junto da Polícia Nacional, ao longo do dia de hoje a “PN esteva na estrada a fazer fiscalização de viaturas”.

Entretanto, ao que MindelInsite conseguiu descobrir, o acidente aconteceu por volta das 16h20, depois do entroncamento do Madeiral – para quem vem para a cidade -, numa curva considerada perigosa. Um motorista que passava pelo local pouco depois do acidente relata que encontrou os feridos espalhados pela estrada e a carrinha capotada. Foram deslocados para o local do acidente quatro ambulância para socorrer as vítimas, incluindo uma das Forças Armadas.

Mal se espalhou a notícia do acidente, o HBS foi invadido por pessoas à procura de informações, tendo em conta que hoje havia muitas famílias em passeio pela ilha de S. Vicente. A comoção era ainda maior porque circulavam rumores de que haviam pelo menos dois mortos, o que felizmente não se confirmou. Só agora, no início da noite, é que a calma voltou ao Hospital Baptista de Sousa. Os feridos já foram todos atendidos.

Constança de Pina

(Visited 6.972 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here