UniMindelo recebe Simpósio Internacional e inaugura Centro Clínico em Ciências da Visão

632

O auditório da Universidade do Mindelo recebe nos dias 12 a 15 de Junho o IVº Simpósio Internacional de Ortóptica e as 5ª Jornadas de Ortóptica e Ciências da Visão, no quadro da lusofonia e da Semana do Curso de Ortóptica e Ciências da Visão. Esta actividade, que visa essencialmente promover este curso e a sua classe profissional, será presidida pelo Ministro da Saúde e Segurança Social, Arlindo do Rosário, e contará com a presença de especialistas nacionais e internacionais. Paralelamente, será inaugurado o Centro Clínico Experimental em Ciências da Visão desta instituição, que funcionará como um centro de aprendizagem, mas também vai oferecer consultas aos utentes, especialmente os de baixa visão.

Com esta actividade a UM está a desafiar os seus quadros, alunos e profissionais da área, professores e pais e encarregados de educação a reflectir sobre a importância do curso, que está ainda na fase de construção em si e da imagem dos seus profissionais, mas se orgulha de já ter colocado 14 profissionais no mercado, sendo que todos estão empregados e que vai, dentro em breve, produzir mais 23 licenciados. E a procura pelo curso tem sido enorme, tendo em conta as vantagens que se consegue ao ter um profissional a actuar na saúde da visão.

“Temos empresas de Portugal e Angola que estão à espera destes profissionais. Recebemos chamadas de empresas e ópticas clinicas a perguntarem se temos mais licenciados nesta área. Todos nossos licenciados estão a trabalhar em todas as ilhas, e também em Angola. Estamos a fazer os possíveis para que os próximos 23, que estão neste momento a fazer monografias, concluam o curso para que possam entrar no mercado de trabalho”, informa Suely Reis, mestre em enfermagem e directora da Escola Superior de Saúde, que lembra que a UM ainda

Os participantes vão discutir a necessidade de se desenvolver investigações no âmbito das ciências da visão e projectos de cooperação sobretudo no sentido da internacionalização do curso, do reconhecimento da importância do ortopedista no mundo e da regulamentação desta classe profissional em Cabo Verde. Outro propósito do simpósio é permitir uma reflecção conjunta sobre os cuidados de saúde. “Vamos não só falar do diagnóstico, mas também do tratamento e da reabilitação. Ou seja, vamos falar dos cuidados primários, secundários e terciários”, refere, realçando que esta é uma actividade que vai dar mais visibilidade ao curso e destacar a competência destes profissionais, que são capacitados para trabalhar em colaboração com os oftalmologistas, numa lógica de complementaridade.

“Isto é muito bom porque vai permitir melhorar as condições e o acesso aos cuidados de saúde da visão, o que é ainda uma grande lacuna em Cabo Verde. Sabemos que há listas de espera em todas as ilhas no que tange ao aceso a consultas de oftalmologia. Quando se equacionou a criação deste curso, pensamos em ajudar a resolver este problema que é de saúde pública. Este é o momento para todos os que têm interesse falarmos sobre o assunto. Falo dos oftalmologistas e dos ortopedistas, mas também dos enfermeiros e de outras especialidades médicas que lidam com a visão. Fazemos um apelo aos professores porque há muitos problemas de visão que passam despercebidos e que afectam a aprendizagem”, assegurou.

Neste sentido, a programação do simpósio centra-se em seis grandes painéis que vão abordar, de entre outros aspectos, a actuação dos ortopedistas nos cuidados primários de saúde, o exercício profissional em Cabo Verde, a deficiência visual e a reabilitação, e a cooperação internacional. Um dos momentos altos será a inauguração do Centro Clínico Experimental de Ortóptica e Ciências da Visão da Universidade do Mindelo, numa cerimónia presidida pelo Ministro da Saúde e Segurança Social, Arlindo do Rosário. O programa contempla ainda uma parte cultural e campanhas de sensibilização para rastreio da saúde da visão, que serão realizados em parceria com o Instituto Cabo-verdiano da Criança e Adolescente (ICCA) e o Centro Educativo Mais Ciência, nos dias 10 e 11 de Junho.

Estarão ainda presentes no simpósio e nas jornadas, o presidente da Associação Internacional de Ortóptica, que chega da Holanda, o presidente da Rede Académica de Saúde na Lusofonia, e ainda representantes da Associação de Retinopatia Diabética de Portugal e a ADEVIC- Associação de Deficientes Visuais de Cabo Verde, ambos como palestrantes.

Constânça de Pina

(Visited 930 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here