Vice-campeão mundial Mitú Monteiro: “Sou reconhecido a nível internacional como pioneiro do Kitesurf Strapless”

O desportista Mitú Monteiro revelou ao Mindelinsite que é reconhecido a nível internacional como pioneiro do Kitesurf Strapless, disciplina que o catapultou como campeão mundial em 2008 e ajudou a colocar o nome de Cabo Verde no pódio das competições náuticas. Para este salense, as manobras radicais da modalidade de strapless nasceram neste arquipélago atlântico, mais propriamente na sua ilha natal, onde começou a explorar as suas técnicas por volta do ano 2001 com a sua prancha de surf, conforme as condições possíveis na época. “Comecei em 2001 e fui dos primeiros a lançar um vídeo, que chamou atenção a nível internacional. Muita gente veio ao Sal experimentar esse novo desporto, que acabou por entrar no circuito mundial”, revela o actual vice-campeão mundial da modalidade, título conquistado em Novembro deste ano.

Voltar ao pódio este ano, embora como vice-campeão mundial, foi para ele um sonho pessoal realizado, mas que podia ser melhor ainda. Na verdade, a sua vontade era partilhar o estrato com mais dois compatriotas cabo-verdianos. “Fomos dois, eu e o Airton Cozzolino, que se sagrou campeão mundial, pelo que ficou a faltar o terceiro lugar, mas vamos chegar lá”, diz com ar confiante.

Essa meta pode ser alcançada, segundo Mitú, porque Cabo Verde tem atletas competentes, vento e praias disponíveis. No entanto, sublinha, Sal, Boa Vista e Maio, as três ilhas planas, são as que mais condições apresentam. No Sal, exemplifica, é possível encontrar vários tipos de vento sem muito esforço. “A vantagem que temos é que se trata de uma ilha pequena e em poucos minutos podemos encontrar ventos do tipo das Canárias, Maurícias, Portugal, Marrocos. É como se um futebolista pudesse treinar em campo de terra, relvado e de cascalho ao mesmo tempo. Isto ajuda e de que maneira”, elucida o desportista, que vai tirar uns dias de descanso e depois preparar-se para mais uma etapa do circuito mundial no próximo ano, na ilha do Sal.

Por estes dias Mitú está com “tenda” montada na cidade do Mindelo, como convidado da segunda edição da CV Ocean Weeek. Ontem de manhã fez uma demonstração de kitesurf para um pequeno grupo e à tarde teve uma conversa aberta com estudantes na praia da Lajinha. Contou-lhes a sua história, enfatizou que hoje há muito mais condições para a prática do desporto e incentivou os jovens a acreditar nas suas potencialidades, até porque o que não falta nestas ilhas, diz, são talentos desportivos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here