Vindos do Oriente recebe donativo de alto nível de empresa Despomar

547

O grupo carnavalesco Vindos do Oriente recebe um donativo em mochilas roupas da marca billabong, que é muito utilizada por surfistas, oferta da empresa portuguesa de desporto, Despomar. Os produtos vão ser entregues ainda esta semana a equipas de andebol e futebol, grupos de dança e instituições de cariz social de São Vicente, segundo a presidente do grupo.

Trata-se de um donativo espontâneo de parceiros que, de acordo com Lili Freitas, sempre apoiaram e estiveram com o Vindos do Oriente. “O corredor para este donativo foi feito Luis Realista, que é um grande amigo que temos em Portugal e que sempre desfila pelo VO. Apesar deste donativo não estar dentro da área do carnaval, entendemos que faz todo o sentido porque o VO sempre teve uma forte vertente social. Aliás, está no nosso estatuto”, refere.

São mochilas, roupas de crianças e jovens, mas também para adultos, que vão ser enviados para o Instituto Cabo-verdiano da Criança e Adolescente (ICCA), Centro Irmãos Unidos em Chã de Alecria, equipas de andebol feminino do Amarante e de futebol do Mindelense, e ainda o recém-criado grupo de dança Heaven Angels da Ribeirinha.

“Recebemos mais de uma centena de mochilas, calções e calças de ganga, blusas de senhoras, enfim, uma grande quantidade de roupas que acreditamos vão ser bem aproveitadas por estas pessoas. Estas roupas são sobretudo para adolescentes entre os 10 e os 14 anos. E são todas novas, da marca billabong, que é muito utilizado por surfistas”, assegura.

Festa na bollywood

Paralelamente, vive-se neste momento um grande frenesim nos estaleiros do Vindos do Oriente. É que um grupo de alunos e dois professores estão a preparar – arrumar e pintar – o espaço para receber uma grande festa no próximo sábado, 16 de Fevereiro. A ideia de fazer esta festa, segundo Celly Freitas, partiu dos próprios foliões do VO.

“Como não vamos participar do desfile oficial, os nossos foliões sugeriram que deviam fazer algo, até porque decidiram não integrar nenhum outro grupo. Entendemos que lhes devíamos uma compensação. É neste sentido que estamos a preparar o assalto com trio eléctrico para a segunda-feira do Carnaval. Antes resolvemos fazer esta festa no estaleiro. É uma forma de premiar estas pessoas que sempre apoiaram e estiveram com o VO”, explica.

Para entrar no clima, os bi-campeões deciriam celebrar no espaço onde a magia acontece, ou seja, nos estaleiros . “Vamos festejar no mundo da fantasia. É a primeira vez que um grupo vai fazer uma festa dentro de um estaleiro, misturado com restos dos carros alegóricos. Temos um grupo de alunos e dois professores do M_EIA a arrumar e pintar o espaço. Teremos dois DJS – Fat Boy e Rudy Soares – e a banda Samba Groove”, acrescenta

A festa “Super Star na Bollywood” começa por volta das 17 horas e vai até às zero horas por forma a abarcar foliões todas as faixas etárias – jovens e adultos – e quebrar um pouco a rotina de celebrações nas “horas mortas”.

Constânça de Pina

(Visited 733 times, 1 visits today)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here