Zona Marítima na Saragarça: Sob pressão, MEM “esclarece” notícia do Mindelinsite

1451

O Gabinete do Ministro da Economia Marítima endereçou um esclarecimento à imprensa no qual conclui que o Mindelinsite descontextualizou por completo a intervenção do ministro José Gonçalves durante o contacto que manteve com “toda” a comunicação social presente na cerimónia de abertura do Conselho Nacional da Economia Marítima, em S. Vicente. Conforme a nota, em nenhum momento o governante disse que a construção do Porto de Águas Profundas seria na zona da Saragarça, pelo que não colhe a “análise” e a “dedução” do jornal de que ficou no ar nas palavras do governante se essa infraestrutura será edificada nessa praia próxima da localidade de Calhau.

E porque essa afirmação não corresponde e não pode ser, objectivamente e em boa-fé, deduzida das declarações feitas pelo Ministro, o Gabinete do Ministro considera e declara publicamente que essa informação feita pelo editor do Mindelinsite é inexacta e inglória, pelo que solicitamos o esclarecimento da mesma e a reposição das declarações correctas do ministro sobre o assunto abordado com toda a comunicação social”, termina o texto.

Perante este “esclarecimento”, a redacção do Mindelinsite vem também “esclarecer” o seguinte: primeiro, a peça noticiosa teve por base a intervenção que o ministro José Gonçalves fez no seu discurso de abertura do encontro e não a entrevista colectiva que terá concedido mais tarde a jornalistas de outros órgãos. Segundo, em nenhum momento este jornal afirmou que o ministro disse ou que deixou transparecer que o referido porto será construído na praia da Saragarça, pelo que é no mínimo forçado afirmar que houve uma descontextualiação de seja o que for.

O que está explícito na notícia é que, tendo em conta o anúncio feito pelo ministro José Gonçalves de que a praia da Saragarça deverá acolher os empreendimentos da Zona Marítima Económica Especial (informação que faz manchete da notícia e que não foi contestada), o Mindelinsite escreve o seguinte: Gonçalves não entrou em detalhes, pelo que ficou no ar se essa zona irá receber o propalado porto de águas profundas, antes projectado para a baía do Mindelo, e a transladação da doca da Cabnave.”

Trata-se de um questionamento pertinente, uma vez que a construção do porto de águas profundas é um projecto antigo, elaborado pelo anterior governo, e que se destinava à ilha de S. Vicente. E numa entrevista ao Mindelinsite, o Secretário de Estado da Economia Marítima defendeu que um porto dessa envergadura não deveria ser instalado na baía do Mindelo, mas provavelmente na praia de Flamengos, se os estudos indicarem que essa enseada possui as condições ideais. Daí a dúvida suscitada na notícia, uma vez que o ministro Gonçalves fala na provável construção de um porto na Saragarça. Pelo que se saiba, até hoje o único projecto portuário anunciado para S. Vicente é o de águas profundas.

Logo, levantar essa questão não é descontextualizar nada e tão pouco transformar a peça num fake news, como escreveu Gualberto do Rosário num post na sua página no Facebook. “Fake” seria se as informações relacionadas com os eventuais projectos para Saragarça fossem falsas. Agora, pegar num mero questionamento e tentar derrubar toda uma peça noticiosa isso já é, no mínimo, politiquice barata. E não restam dúvidas de que toda a celeuma gerada por essa pequena passagem tem por detrás uma tentativa de pressão política sobre o Primeiro-ministro, que terá prometido o projecto para a ilha de S. Nicolau, como afirma do Rosário. Só que, quando a notícia foi escrita, desconhecíamos esse dado. Se estivesse na nossa posse, a questão certamente que seria outra.

Duas conclusões que se pode tirar de toda essa celeuma é que o jornalista está proibido de pensar e analisar – limitando-se a ser uma caixa de ressonância – e que a interpretação de uma frase depende de quem a lê e de como a quer ler. Isto é por demais evidente porque, no mesmo trecho, especula-se também se a doca da Cabnave será transladada para Saragarça, mas todo o foco é propositadamente centrado no porto de águas profundas. Já agora esta é uma grande oportunidade para o Ministério da Economia Marítima confirmar se o projecto do Porto de Águas Profundas será construído em S. Vicente ou na ilha de S. Nicolau.

Kim-Zé Brito

(Visited 2.129 times, 1 visits today)

15 COMENTÁRIOS

  1. Sem duvida um bom artigo! . Mas os lobbies feitos pelo Dr. Gualberto Rosário Almada e outros sãonicolauenses de peso a nível nacional vão de tudo fazer, para que o Porto seja construída no Tarrafal. Aqui os sãovicentinos tinham de dizer da sua justiça, a esperar 15 anos por um projecto, que por arte de Pura Magia do MPD aparece agora na ilha de S. Nicolau. Gostaria de saber se foi feito algum estudo, em poucos meses de governação do MPD para se concluir que o Tarrafal reúne melhores condições para receber essa infraestrutura.

  2. Com o devido respeito, e sobretudo por tudo aquilo que tenho assistido, reserva-me o direito de ser como São Tomé…
    Asfaltagem Rotunda Ribeira Bote / Baía das Gatas;
    Terminal de Cruzeiros;
    Porto de Águas Profundas.
    …ver para crer!

    • Sr. Eduardo Monteiro, pergunte ao seu partido PAICV, porque durante os 15-16anos não fez Porto de águas profundas em SV. Caramba pah…

  3. Moss ! Tcham tra Kim-Ze Chapeu. Boa resposta sim senhor. é pena que o Mindelinsite não tem recursos para fazer valer a nossa voz. A voz de S.Vicente que se vai definhando … creio que a nossa saida enquanto povo passaria por ter voz na Media o que nos dias de hoje nao existe ou quando muito são levianinhos na TV …

  4. Há Jornalistas em CV, afinal! Parabéns. Jornalismo sério é a arte d fazer as perguntas certas e percepcionar as respostas fabricadas pra ludibriar.Veja isto, jornal TCV e aprenda se puderes

  5. Polémicas à parte, e porque o sítio promete vir a passar a ser objecto de notícia frequente, convém esclarecer uma coisa: o nome é SARAGAÇA, ou SARAGARÇA? O termo Saragarça vem referido tantas vezes, que não pode ser mero erro de digitação. Todo o mundo conhece Saragaça, em S.Vicente. Agora, Saraga(r)ça, … A não ser que seja outro sítio.

  6. E ainda o deputado de S.Nicolau eleito em SV pediu que se deixasse o Governo trabalhar. Em Saragaça ou raios que o parta tem que ser feito em SV.

  7. Parabens ao Mindelinsite. Questão fundamental que o tal Jose GOnçalves deveria começar por esclarecer e depois o proprio Ulisses é quais as razões objectivas que levam a transferência do Projecto do Terminal do Porto de S.Vicente para S.Nicolau. Isso é que ele e o Paulo Veiga tem que começar a responder. Porque tirar o projecto daqui a levar para S.Nicolau. Porque tirar Cabnave daqui e levar para Santo Antao. Porque ???

  8. Na verdade, quem tem andado, a fazer “FAKE NEWS, tem sido o próprio governo, principalmente este ministro, que a cada dia diz uma coisa diferente da outra. Ele devia mais respeito pelas pessoas. ————————————————————————————————————————————————-Continuar a acreditar nessa “trumpada”, já roça estupidez.

  9. Parabéns mindelinsite boa pergunta ou seja é a pergunta k não quer calar, onde será constituído ess Tal fala Porto de águas profundas? Até agora o governo em si não declarou absolutamente nada a respeito disso, senhor primeiro-ministro o k você fez até a agora? Um conselho para o primeiro-ministro governar CV não é CMP e CV não resume apenas em praia, Mindelo e santo Antão ok pense nisso se não vai governar em sua casa

  10. O presidente da Câmara e a população de S.Vicente, deveriam mostrar solidários c/São Nicolau, sabem perfeitamente as dificuldades que a Ilha S.Nicolau vem enfrentando. Não devemos ser eguistas, sejam solidários aos outros. Não há local em Cabo verde melhor indicado para construção do porto das aguas profundas do que a Ilha S.Nicolau, isto terá um grande impacto que poderá mudar a economia da Ilha. A Ilha de S.Vicente e a Ilha de S.Tiago estão melhor servidas em Cabo Verde, por isso há de ter solidariedade com os outros. Eu conhece S.Vicente, e a construção deste Porto não é prioridade para S.Vicente. Voces tem o melhor porto de Cabo Verde e querem mais, para as outras Ilhas ficarem sem nada. Pensam e veja que não é justo. Obrigado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here